Subscribe Now
Trending News
Sexworkers

Sweety Brat: “Corpos são arte, cada um tem o seu”

Sweety Brat

Sweety Brat é como o próprio nome ressalta: um puro doce. Seu jeitinho provoca sensações adversas de sedução e desejo.

Conversamos sobre o universo das sexworkers, as coisas boas e ruins, e de onde ela tira forças para continuar produzindo conteúdo adulto.

Sweety Brat, o adoçante da sexualidade

Sweety Brat

Para começar nosso bate-papo, conte-me como surgiu a ideia de trabalhar com conteúdo adulto e quais foram os caminhos percorridos até o momento?

Eu sempre fui muito sexual e adoro provocar meus parceiros com nudes inesperados durante o dia, daí eu estava no meio da pandemia ganhando pouco no meu outro emprego e resolvi monetizar essa provocação.

O que mudou na sua vida desde que assumiu esse trabalho?

Fiquei mais independente e conquistei muitas coisas que estavam só no papel.

Sweety Brat

Como as ideias surgem na sua mente para criar os conteúdos?

Eu penso no que eu gostaria de ver e tudo flui.

Quais são as sensações de trabalhar com conteúdo adulto e o que elas provocam na sua essência?

Além do tesão que triplicou, minha autoestima melhorou muito também e confesso que adoro receber notificação de um Pix na minha conta rsrsrs.

Sweety Brat

O que é sensualidade para você?

Fazer alguém querer você só pelo olhar ou com algum gesto que para você seja natural, sem forçar algo.

O que lhe faz suspirar?

Com toda certeza a inteligência e quando vem acompanhada de um dote bom fica melhor ainda

O que desperta mais provocações em você, erotismo ou pornografia?

Erotismo, adoro ficar com aquela pulga atrás da orelha para saber o que vem depois de uma foto erótica, por exemplo.

Ser exibicionista e produzir conteúdo adulto pode ser considerado uma forma de arte para você?

Sim, corpos são arte, cada um tem o seu e sua própria arte.

O que as pessoas podem encontrar na sua sala?

Conversa boa, provocativa e quem sabe uns peitos bonitos.

Aposto que você deve ter sofrido muitos preconceitos, como você lida com isso e o que acredita que precisa mudar?

Eu sou total fora do padrão, né. Então quando eu peguei e comecei a me mostrar na internet, acho que incomodou um pouco algumas pessoas, eu simplesmente ignoro ou respondo com ironia, que na maioria das vezes não é entendida, o que me faz rir ainda mais.

E acho que as pessoas precisam entender que se alguém está bem com o próprio corpo, ela não precisa dar pitaco e muito menos mandar hate.

E como é sua vida fora do trabalho, você enfrenta muitos dilemas?

É bem tranquila se não pensar nos trabalhos de faculdade e boletos que chegam kkkkk.

Qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são atenciosos?

Tem uns que são maravilhosos, sempre ali apoiando e sim, muito atenciosos, sempre com elogio na ponta da língua.

O que você não suporta presenciar trabalhando nesse meio?

Clientes que querem sempre botar preço no que vendo.

O que gosta de fazer nas horas vagas?

Durante a semana eu costumo ler muito ou só dormir, nos finais de semana costumo tomar uma cervejinha com meus amigos.

Alguma música que transpira tesão em sua vida?

Grand Bain, Dadju. Posso ouvir o dia todo, se deixar.

Qual é o caminho para conquistar você?

A pessoa tem que ser ela mesma, sempre, ter um humor idiota igual ao meu, gostar de ver desenho e ser safada nas horas vagas.

Qual dica você daria para alguém que pretende seguir seu caminho?

É um caminho duro, não vai achando que é dinheiro fácil porque que não é, mas seguir firme, existem dias ruins e dias bons.

Chegou a hora! Abra seu coração e deixe um recado para nossos leitores e seus fãs.

Para quem já me conhece, obrigado pelo carinho e pra quem chegou agora, espero que gostem do que eu tenho pra você hahahha.

Deixe seu comentário

Posts relacionados