Subscribe Now
Trending News
Sexworkers

Naomi Cooper: “Sou uma mulher mais completa”

Naomi Cooper

Naomi Cooper vive o melhor ciclo de sua vida com atitudes prestigiosas em meio a emoções significativas. Um olhar que vivencia o natural e se delicia com os gostosos e memoráveis prazeres de uma vida que necessita ser vivida com intensidade, razão e euforia.

Batemos um papo formidável sobre seus caminhos sexworker e os detalhes que percebeu em seu interior. 

Naomi Cooper

Naomi Cooper
Naomi Cooper

Para começar a nossa conversa, conte-me como surgiu a ideia de trabalhar com conteúdo adulto e quais foram os caminhos que te levaram até onde está?

Bom, na verdade eu nem sabia que tinha como trabalhar com conteúdo adulto do jeito que trabalho hoje. Mas eu sempre tive muita vontade de me exibir para muitas pessoas, sempre foi um fetiche meu!

Então, fiz uma conta no cam4 como Sammy_xx ; fiz minha primeira live mascarada e morrendo de vergonha , mas com pouco tempo de live já estava à vontade e muito excitada !

Foi um dos melhores orgasmos da minha vida! O prazer em saber que tem outras pessoas gozando comigo faz o meu prazer ser dobrado. Continuei fazendo lives por um tempo apenas por diversão, foi quando as pessoas começaram a pedir para comprar vídeos, fazer vídeos chamadas, fotos, etc.

Mas acabei arrumando um emprego de carteira assinada nessa época, que pagava até bem, mas eu não estava feliz. Então tomei a decisão mais louca da minha vida: larguei tudo para me dedicar 100% na criação e venda de conteúdo e deu certo! Já fiz alguns grupos, e hoje tenho meu site o naomiflix.com, do qual me orgulho muito por ter um conteúdo diferenciado com séries pornô caseiras e muito fetiche. Sou muito realizada e feliz poder trabalhar com que eu gosto.

Há quanto tempo você trabalha com conteúdo adulto?

2 anos.

Naomi Cooper
Naomi Cooper

O que mudou na sua vida desde que assumiu esse trabalho?

Tudo! Mudou tudo, financeiramente, social e psicologicamente. Hoje estou vivendo minha melhor versão, houve um tempo que só tinha água na geladeira e agora consigo me alimentar bem, pagar todas as contas antes do vencimento e para mim isso é a verdadeira ostentação.

Estou morando em outro Estado e fazendo tudo que sempre quis fazer. Sou uma mulher mais completa, mais feliz e me sinto mais eu. Conheci pessoas incríveis desse meio e isso foi maravilhoso.

Sobre criação e publicação de conteúdos nas plataformas. Como é o seu processo criativo para bolar os seus conteúdos? Você se inspira em alguém, pesquisa algum tema ou recebe sugestões dos seus seguidores?

Eu sou uma pessoa criativa, quando tenho uma ideia legal, escrevo e separo um dia pra fazer. Também gosto de gravar quando tô com tesão.

Naomi Cooper

Sobre criação e publicação de conteúdos nas plataformas. Como é o seu processo criativo para bolar os seus conteúdos? Você se inspira em alguém, pesquisa algum tema ou recebe sugestões dos seus seguidores?

Eu sou uma pessoa criativa, quando tenho uma ideia legal, escrevo e separo um dia pra fazer. Também gosto de gravar quando tô com tesão.

Trabalhar com conteúdo adulto mexe com você? Que tipo de sensação esse trabalho provoca na sua essência como pessoa?

Mexe sim, quando exploramos nossa sexualidade e várias formas de sentir prazer, somos pessoas mais felizes.

Naomi Cooper

Na sua concepção, o que é ser sensual? Como que você lida com a sua sensualidade?

Ser ou não ser sensual tem mais a ver com a atitude do que com beleza física. Toda mulher é sensual. Mas quando estou mal psicologicamente, não me sinto nada sensual, então tento tratar isso.

Qual é a razão dos seus suspiros?

Sou exibicionista, saber que as pessoas gozam me vendo me dá muito tesão e o risco de ser pega em público, gosto da adrenalina.

Naomi Cooper

O que te deixa mais ligada, erotismo ou pornografia e por quê?

Os dois, acho que um completa o outro. Certamente a pornografia tem muita atuação, o que eu não gosto, mas hoje em dia isso está mudando.

Dentro da produção de conteúdo adulto, você procura se mostrar de uma maneira mais artística, ou segue uma forma mais espontânea, deixando fluir naturalmente?

Eu gosto de deixar fluir e fazer doce não é pra mim (risos), mostro tudo.

Naomi Cooper

Ser exibicionista pode ser considerado uma forma de expressão artística?

Sim, claro. Nós nascemos nus e livres, a sociedade que criou as roupas.

Família, amizades e relacionamentos amorosos, como que é a relação deles com o seu trabalho?

Eles sabem e respeitam, e as pessoas que não conseguem lidar com isso me afasto. E como meu noivo trabalha comigo e me apoia em tudo fica mais fácil lidar com as críticas.

O que as pessoas irão ver, acessando os seus conteúdos?

Podem me ver gozando no meu sofá ou no marco zero (marco histórico de Recife-PE). Eu sou assim, faço tudo que me der vontade. E meus assinantes acompanham todas minhas aventuras.

Já sofreu algum tipo de preconceito por conta de trabalhar com conteúdo adulto? Você acha que nos dias de hoje as pessoas já entendem melhor e aceitam o(a) profissional que segue esta profissão?

Já sim, hoje em dia as pessoas estão com a mente mais aberta, mas ainda tem muita gente ignorante no mundo.

Naomi Cooper

Você acredita que em pleno século XXI, com a expansão da comunicação, redes sociais e as plataformas de relacionamento, falar de sexo e expressar a sexualidade ainda é um tabu na cabeça do brasileiro?

Sim! Não deveria, mas ainda é tabu.

Trabalhar e lidar com as pessoas não é tarefa fácil em nenhuma profissão. Você geralmente tem jogo de cintura para lidar com gente “desagradável”? Qual o tipo de atitude que você toma quando uma pessoa está começando a se tornar inconveniente?

Eu me poupo, se a pessoa começar a ser inconveniente será ignorada.

Naomi Cooper

Ligado a pergunta anterior, o contato e a exposição pessoal podem se tornar estafante? Como que você lida com o estresse e a ansiedade? Faz algum tipo de terapia ou alguma outra atividade para relaxar?

Sim, trabalhar com isso tem esse lado ruim e como sou uma pessoa que se cobra muito, tem vezes tenho que parar e respirar. Prático exercícios físicos, academia, dança e recentemente voltei a lutar.

Você enfrenta ou já enfrentou dilemas na sua vida? Se já enfrentou ou enfrenta, como é que você lida com isso?

Quem nunca? No meu caso, tento tirar um tempo para relaxar e pensar nas coisas descansada e com a cabeça fria.

Qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são atenciosos?

A maioria é um amor. Eles me apoiam, me dão conselhos quando não tô bem e sinto muito carinho por eles! Eles fazem parte de tudo isso.

O que você não tolera presenciar trabalhando nesse meio?

Desrespeito e preconceito.

Existem pessoas que te inspiram para você fazer o seu trabalho?

Sem falsa modéstia, eu sou minha maior inspiração. Ver que cada dia estou melhorando, isso me inspira um pouquinho.

Você consegue ter um momento que é só seu? O que gosta de fazer nas horas vagas?

Sim, eu preciso disso se não fico louca (risos). Eu amo dançar, ouvir música, assistir séries, tirar um dia para cuidar da pele, cabelo etc.

Uma música que transpira tesão em sua vida?

Felipe Ret – War.

Para as pessoas que desejam iniciar na produção de conteúdo adulto, há alguma dica que você gostaria de compartilhar com eles(as)?

A dica que eu dou, é preparar seu psicológico para as críticas que toda a exposição traz. Mas com certeza vale a pena.

Chegou a hora! Abra seu coração e deixe um recado para nossos leitores e seus fãs.

Primeiramente, sou muito grata por cada um de vocês que me acompanham e apoiam meu trabalho, tenho um carinho imenso por vocês! Vamos nos libertar e explorar o prazer de várias formas que a vida é curta para perder tempo preocupado com opinião alheia.

Gostou do post? Conte nos comentários o que você deseja ver no Suspiro e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais: 

Deixe seu comentário

Posts relacionados