Subscribe Now
Trending News
Sexworkers

Medusa: “Sinto liberdade em poder expressar o meu corpo”

Medusa

Medusa transmite com maestria do significado de seu nome, ela paralisa não apenas nossas ações como nosso olhares que ficam fascinados pelo seu ser. No fim, somos congelados por sua intensidade em um conteúdo revigorante. 

Batemos um papo sobre a vida das sexworkers e como surgiu tamanha imaginação para produzir conteúdos. 

Medusa

Medusa

Para começar nosso bate-papo, conte-me como surgiu a ideia de trabalhar com conteúdo adulto e quais foram os caminhos percorridos até o momento?

Começou quando minha amiga Lilith sugeriu que eu vendesse as minhas fotos sensuais e meus vídeos em um site específico, eu super me identifiquei com a ideia. 

O que mudou na sua vida desde que assumiu esse trabalho?

Muita coisa, sinto liberdade em poder expressar o meu corpo, além de segurança, sem contar que minha vida melhorou bastante.

Medusa

Como as ideias surgem na sua mente para criar seus conteúdos?

Surgem espontaneamente, quando me sinto sensual e sexy, eu ligo a câmera e assim nasce um conteúdo novinho.

Quais sensações de trabalhar com conteúdo adulto provocam em sua essência?

A SENSAÇÃO É DE LIBERDADE, SENSUALIDADE e SER IMENSAMENTE GOSTOSAAAA E FELIZ…

Medusa

O que é sensualidade para você?

Sensualidade para mim? É a ousadia de ser poderosa, sexy, dona de si!

O que lhe faz suspirar?

O prazer em gozar me faz suspiraaaar.

Medusa
Medusa

O que desperta mais provocações em você, erotismo ou pornografia?

O erotismo com certeza.

Ser exibicionista e produzir conteúdo adulto pode ser considerado uma forma de arte para você?  

Ser exibicionista e fazer conteúdo adulto com certeza é uma forma de arte, de expressar a sensualidade o tesão pela câmera, gozar e poder mostrar essa obra de arte é a coisa mais linda de se ver.

O que as pessoas podem encontrar em seu conteúdo?

No meu conteúdo antigamente as pessoas encontravam cenas lésbicas e exibição em vários locais, hoje em dia os meus assinantes encontram orgias, lesbianismo, hétero e muita putariaaaa.

Aposto que você deve ter sofrido muitos preconceitos, como você lida com isso e o que acredita que precisa mudar?

Sofro bastaaaante preconceito, vem da minha família e até de macho que acha ridículo namorar uma criadora de conteúdo, eu lido com isso tacando o foda- se, porque ninguém paga minhas contas e ninguém me sustenta.

Acho que já está mais do que na hora da sociedade aceitar e achar normal esse tipo de trabalho.

E como é sua vida fora do trabalho, você enfrenta muitos dilemas?

Minha vida fora do trabalho é normal, como qualquer vida de adulto, tem que pagar contas e ter responsabilidades afff…

Qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são atenciosos?

Meus seguidores são maravilhosoooooos, eles me elogiam tanto que às vezes eu nem acredito, sou muito grata a eles.

O que você não suporta presenciar trabalhando nesse meio?

O preconceito, a rivalidade entre as meninas, os aproveitadores etc. Nossa, tudo isso me deixa muito triste.

Aposto que no meio você deve conhecer muita gente legal. Quem são suas inspirações?

As minhas inspirações? Vem primeiramente da Rihanna, amo a sensualidade dela, desde muito nova a admirava, como também vem das minhas amigas de trabalho.

O que gosta de fazer nas horas vagas?

Nas horas vagas gosto de ouvir música, ficar com meus amigos, sair, se divertir, às vezes ficar sozinha no meu canto.

Uma música que transpira tesão em sua vida?

São várias músicas hahaha.

Qual dica você daria para alguém que pretende ser sexworker?

Minha dica é que antes de ser sexworker avise para as pessoas próximas, caso alguém queira espalhar conteúdos seu (que é um crime muito grave), mas acontece. Esteja preparada para o que der e vier!

Chegou a hora! Abra seu coração e deixe um recado para nossos leitores e seus fãs.

SEJA VOCÊ MESMO, LIBERTE-SE, SE EXPRESSE E ASSUMA QUEM VOCÊ REALMENTE É!

Gostou do post? Conte nos comentários o que você deseja ver no Suspiro e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais: 

Deixe seu comentário

Posts relacionados