Subscribe Now
Trending News
Sexworkers

Lua Negra: “Me sinto poderosa”

Lua Negra

Lua Negra desperta os encantamentos pelas sensações vigorosas e não esconde que sabe descobrir  caminhos fortalecedores para intimidade proporcionar prazeres genuínos.

Batemos papo sobre como decidiu ser sexworker e o amadurecimento do seu interior.

Lua Negra

Lua Negra
Lua Negra

Para começar a nossa conversa, conte-me como surgiu a ideia de trabalhar com conteúdo adulto e quais foram os caminhos que te levaram até onde está?

A ideia surgiu para mim igual como surgiu para a maioria das pessoas que entram nesse ramo. O dinheiro tava curto, a dificuldade de arrumar um trabalho registrado, morava em balneário Camboriú – SC, com minha mãe e minha irmã mais nova, mas só fui ter coragem mesmo de ingressar nesse ramo em dois anos depois em 2020, quando eu já havia voltado a morar em São Paulo.

Aproveitei o dinheiro do auxílio emergencial para comprar um notebook e uma web cam, o notebook custou 600 reais, a webcam custou 150 reais e comprei mais algumas coisas pra ajudar na iluminação e na declaração. Assim eu comecei a trabalhar em um site, mas logo desisti e comecei a procurar meios alternativos.

Há quanto tempo você trabalha com conteúdo adulto?

Já trabalho com conteúdo adulto há dois anos, comecei em março de 2020.

Lua Negra
Lua Negra

O que mudou na sua vida desde que assumiu esse trabalho?

A principal mudança na minha vida foi minha liberdade financeira, isso não significa que eu já to rica, ainda não, mas eu encontrei finalmente algo que amo fazer e que consigo basear minha renda nisso, é algo que realmente está nas minhas mãos, eu me sinto poderosa.

A parte ruim é o preconceito que eu tenho que lhe dar todos os dias, alguns familiares e amigos se afastaram, e eu não vou mentir, isso me afeta muito. Acredito que todas as pessoas que trabalham com o sexo também passam por isso!

Sobre criação e publicação de conteúdos nas plataformas. Como é o seu processo criativo para bolar os seus conteúdos? Você se inspira em alguém, pesquisa algum tema ou recebe sugestões dos seus seguidores?

Eu crio conteúdos todos dias, procuro dar uma variada e não fazer sempre mais do mesmo, normalmente começo com um figurino legal, a partir daí decido como vou deixar o ambiente e entro no clima, sempre de uma forma natural, não costumo fazer aquele conteúdo robótico, gosto criar um conteúdo mais orgânico, e realmente sentir prazer na hora da cena.

Eu tenho várias inspirações, não só pessoas que também atuam no mercado adulto como também artistas, estilistas e até baladas.

Lua Negra

Trabalhar com conteúdo adulto mexe com você? Que tipo de sensação esse trabalho provoca na sua essência como pessoa?

Atuar nessa área me causa muitas sensações diferentes, depois que eu comecei, com certeza aprendi a lhe dar com meu corpo de outra forma, como estou sempre em contato com o meu lado mais íntimo acabo descobrindo novas maneiras de dar e sentir prazer, definitivamente melhorou muito minha vida sexual.

Na sua concepção, o que é ser sensual? Como que você lida com a sua sensualidade?

Sensual não é estar, é ser. É uma característica, algo natural. Eu sempre fui muito sensual, desde que comecei a me perceber comecei a usar da minha sensualidade pra conquistar pessoas e situações, e tem dado muito certo. Por que não usar a minha própria personalidade ao meu favor, não é mesmo?

Lua Negra
Lua Negra

Qual é a razão dos seus suspiros?

A razão dos meus suspiros com certeza é dinheiro rs.

O que te deixa mais ligada, erotismo ou pornografia e por quê?

Acredito que a maioria das mulheres sejam mais facilmente estimuladas por erotismo do que pela pornografia. E eu não sou diferente, o que me deixa mais ligada é o erotismo.

Lua Negra

Dentro da produção de conteúdo adulto, você procura se mostrar de uma maneira mais artística, ou segue uma forma mais espontânea, deixando fluir naturalmente?

Quando estou produzindo penso nos caras com quem eu já tive relações e aprenderam sobre sexo vendo pornô, então procuro mostrar de forma artista como é o sexo de verdade, pensando em mostrar uma outra realidade, gosto de realmente sentir prazer nas minhas cenas, mostrar o que realmente me excita e me satisfaz.

Ser exibicionista pode ser considerado uma forma de expressão artística?

Claro, o corpo nu é lindo e o nosso corpo representa a primeira ferramenta de expressão que nós temos. Um pintor precisa usar suas mãos pra criar sua arte, um cantor usa suas cordas vocais, nós usamos todo o nosso o corpo, assim como fazem os dançarinos, por exemplo.

Lua Negra
Lua Negra

Família, amizades e relacionamentos amorosos, como que é a relação deles com o seu trabalho?

Como eu disse antes, quando eu comecei tive que encarar muito preconceito da parte de alguns familiares, e de alguns “amigos” que acabaram se afastando na época que assumi para todos com o que trabalhava.

As pessoas que eu conheci nesse meio são o meu alicerce, eles que me ajudam todos os dias a não desistir, que me ajudam em todos os sentidos, e eu sou muito grata por ter essas pessoas na minha vida!

O que as pessoas irão ver, acessando os seus conteúdos?

Quem acessar meu conteúdo vai ver quem eu realmente sou, o meu lado mais íntimo e verdadeiro, costumo ser muito carinhosa, gosto de conversar, costumo ser amiga de quem me procura e o prazer é garantido, porque o que tenho de fofa eu tenho de safada!

Já sofreu algum tipo de preconceito por conta de trabalhar com conteúdo adulto? Você acha que nos dias de hoje as pessoas já entendem melhor e aceitam o(a) profissional que segue esta profissão?

Todos os dias eu sofro preconceito, vindo de todas as partes, principalmente por ser mulher. As pessoas ainda não conseguiram entender que um profissional do sexo é um profissional, e que a nosso trabalho deve ser respeitado como qualquer outro trabalho, as pessoas ainda pensam que a gente faz só pela diversão. Elas não entendem que é a fonte de renda de muitas pessoas.

Você acredita que em pleno século XXI, com a expansão da comunicação, redes sociais e as plataformas de relacionamento, falar de sexo e expressar a sexualidade ainda é um tabu na cabeça do brasileiro?

Com certeza, as pessoas ainda estão presas nesse pensamento de que o sexo é proibido, é pecado, é sujo. O que me mata é a hipocrisia, porque o “homem direito” que condena e aponta o dedo, é o mesmo que consome pornografia, que procura pessoas trans para ter relações sigilosas. Isso vai demorar um pouco pra mudar, infelizmente.

Lua Negra
Lua Negra

Trabalhar e lidar com as pessoas não é tarefa fácil em nenhuma profissão. Você geralmente tem jogo de cintura para lidar com gente “desagradável”? Qual o tipo de atitude que você toma quando uma pessoa está começando a se tornar inconveniente?

Definitivamente lidar com as pessoas não é fácil, e eu confesso que não tenho muita paciência não, geralmente quando vejo que a pessoa está sendo desagradável de alguma forma eu já encerro o contato, pelo bem da minha saúde mental!

Ligado a pergunta anterior, o contato e a exposição pessoal podem se tornar estafante? Como que você lida com o estresse e a ansiedade? Faz algum tipo de terapia ou alguma outra atividade para relaxar?

Me expor dessa forma me trouxe algumas preocupações que eu não tinha antes, principalmente em relação a proteger a identidade da minha família e amigos. Eu faço terapia uma vez por mês e sigo uma rotina de exercícios, nunca deixo de tirar um tempo pra mim, sem pensar em trabalho, contas e problemas do dia a dia. Sem isso, não tem cabeça que aguente.

Você enfrenta ou já enfrentou dilemas na sua vida? Se já enfrentou ou enfrenta, como é que você lida com isso?

Quem não enfrenta um dilema? Eu costumo lidar com tudo que acontece na minha vida como uma etapa, para algo desconhecido, e eu sou fascinada pelo desconhecido, eu quero sempre conhecer mais, e resolver os meus dilemas usando tudo que eu aprendi até então.

Qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são atenciosos?

Meus seguidores são uns amores, eu tenho contato direto com eles porque atendo pelo Whatsapp e Telegram, então costumo sempre conversar, eles são bem humorados, sou bem humorada, eles são os meus maiores apoiadores.

O que você não tolera presenciar trabalhando nesse meio?

Eu não tolero desrespeito, rivalidade entre as modelos, gente que mexe com crianças ou animais, violência e falsidade.

Existem pessoas que te inspiram para você fazer o seu trabalho?

As pessoas que eu mais me inspiro primeiramente são minha mãe, a força e a coragem que ela tem de enfrentar o mundo com certeza é a minha maior inspiração.

Minhas amigas e parceiras de trabalho que na maioria são mulheres pretas que entendem que a nossa luta é mais árdua, elas me inspiram e me apoiam, mesmo na prática não estaria dando certo sem elas, a Rihanna, a Oprah, Gloria Maria, Clarice Lispector, minha professora do ensino médio, a Sandrinha, e a Marylin Monroe. Essas são as minhas maiores inspirações de vida.

Você consegue ter um momento que é só seu? O que gosta de fazer nas horas vagas?

O único momento que eu fico sozinha é quando estou trabalhando, esse é o momento que eu tiro pra curtir minha própria companhia. Quando não estou trabalhando eu gosto de assistir séries, dançar, andar de skate, ir pra balada, me reunir com a família ou com os amigos, viajar.

Uma música que transpira tesão em sua vida?

Gosto muito de Marylin Manson, Rihanna e Luiza Sonza. Acho que o som delas desperta a minha sensualidade. Eu gosto de quase tudo, sou bem eclética, mas o rock domina meu coração.

Para as pessoas que desejam iniciar na produção de conteúdo adulto, há alguma dica que você gostaria de compartilhar com eles(as)?

Uma dica pra quem deseja ingressar nessa carreira é: mantenha os pés no chão, e caminhe todo dia um pouco em direção aonde você quer chegar, se em algum momento se cansar, descanse, não desista. E não se compare com ninguém, faz o seu, no seu tempo, que as coisas vem.

Chegou a hora! Abra seu coração e deixe um recado para nossos leitores e seus fãs.

Eu gostaria de agradecer ao Suspiro, por me dar a oportunidade de estar aqui e poder contar a minha história, abrir meu coração. Gostaria de agradecer a você que leu até aqui espero que goste, e que as minhas palavras possam vir a ser úteis de alguma forma, gostaria de agradecer as minhas amigas, minhas gostosas, vocês realmente fizeram uma diferença enorme na minha vida.

Gostou do post? Conte nos comentários o que você deseja ver no Suspiro e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais: 

Deixe seu comentário

Posts relacionados