Subscribe Now
Trending News
Sexworkers

Kadall Master: “Gosto do natural e sentir o tesão”

  • Nome: Priestley Ceolin (Kadall Master)
  • Idade: 27
  • Cidade: Florianópolis
  • Instagram: @kadall_master
Kadall Master

Kadall Master sempre vibrou com gostosas emoções, para sua pessoa o natural vem de compartilhar as aventuras de forma genuína e fascinante. A resposta para seus momentos é a intensidade. 

Batemos um papo sobre como ser sexworker transpareceu a realidade que vivia em seu interior e as visões para manter qualidade em tudo que produz.

Kadall Master

Kadall Master
Kadall Master

Para começar a nossa conversa, conte-me como surgiu a ideia de trabalhar com conteúdo adulto e quais foram os caminhos que te levaram até onde está?

Então, sendo bem sincero, eu sempre gostei de nudes e esse tipo de coisa, quando 18 inclusive até mandei uma inscrição pro Brasileirinhas, porém não obtive resposta e esqueci, quando vim morar em Floripa conheci uma menina que era camgirl, então fui me introduzindo e começando gostar mais da produção de conteúdo.

Há quanto tempo você trabalha com conteúdo adulto?

Há uns 4 anos, mas com conteúdos meus, participando e produzindo faz 1 ano.

Kadall Master

O que mudou na sua vida desde que assumiu esse trabalho?

Me sinto mais livre para fazer as coisas que quero na hora que quero.

Sobre criação e publicação de conteúdos nas plataformas. Como é o seu processo criativo para bolar os seus conteúdos? Você se inspira em alguém, pesquisa algum tema ou recebe sugestões dos seus seguidores?

Eu gosto de ver os conteúdos de algumas pessoas, Troy Francisco e Owen Gray tem grande parte na inspiração dos conteúdos, também sempre aceito sugestões de fãs e principalmente o que as meninas querem fazer.

Kadall Master
Kadall Master

Trabalhar com conteúdo adulto mexe com você? Que tipo de sensação esse trabalho provoca na sua essência como pessoa?

Não muito, como todo trabalho autônomo há insegurança sobre ganhos, insegurança se está fazendo um bom trabalho e por outro lado a empolgação de saber que tem pessoas que gostam do seu trabalho incentivam e pagam por ele.

Na sua concepção, o que é ser sensual? Como que você lida com a sua sensualidade?

Bah! Aí eu fui pego, eu não me acho sensual, eu tento ser eu mesmo, gosto de ser vaidoso no geral, estar sempre cheiroso, cuidar do corpo, pele e coisas que me fazem bem, assim eu fico mais confiante e acho que isso deixa sensual.

Kadall Master
Kadall Master

Qual é a razão dos seus suspiros?

Cada vez que uma dessas meninas lindas diz algo como “eu adoro teu trabalho e quero trabalhar contigo” ou então “adorei, vamos fazer de novo, me chama pra gravar”

O que te deixa mais ligado, erotismo ou pornografia e por quê?

Depende MUITO da minha vibe, eu gosto da sedução, assim como gosto de ver algo mais intenso, tem dias que eu to mais soft e dias mais hardcore, não sei explicar essas escolhas do meu ser.

Kadall Master
Kadall Master

Dentro da produção de conteúdo adulto, você procura se mostrar de uma maneira mais artística, ou segue uma forma mais espontânea, deixando fluir naturalmente?

Eu gosto do natural, gosto de estar com tesão e que as meninas estejam também, se for muita atuação não fica bonito, penso eu.

Ser exibicionista pode ser considerado uma forma de expressão artística?

Sim, a arte na forma básica uma forma do ser humano expressar seus sentimentos, ações e desejos, então com certeza é arte.

Família, amizades e relacionamentos amorosos, como que é a relação deles com o seu trabalho?

Muito tranquilo, sempre fui livre pra fazer minhas escolhas e nunca tive julgamentos sobre nada que fiz, também não tive muito apoio em nada, porém jamais fui privado de fazer algo, sempre foi “faz o que quiser, mas arca com as consequências, nunca foge das tuas responsabilidades”, foi isso que sempre aprendi.

E meus amigos eu acredito que são meus fãs, sempre estão comentando sobre meu trabalho, amo todos eles e obviamente sou fã número 1 do trabalho de todos.

O que as pessoas irão ver, acessando os seus conteúdos?

Sexo real, beijos, pegadas, algumas partes mais intensas, sexo selvagem e alguns mais lentos e “românticos digamos assim”, todas formas de conexão humana na parte física tu encontra nos meus conteúdos.

Já sofreu algum tipo de preconceito por conta de trabalhar com conteúdo adulto? Você acha que nos dias de hoje as pessoas já entendem melhor e aceitam o(a) profissional que segue esta profissão?

Já vi muita gente sofrer por causa disso, no meu caso, 0 problemas significativos, único ponto contra é quando algumas meninas que conheço por aí descobrem o que eu faço, elas perdem o interesse, nem todas, mas algumas. Muita gente ainda tem preconceito com tudo, então, tem que fazer o seu melhor e respeitar as opiniões.

Você acredita que em pleno século XXI, com a expansão da comunicação, redes sociais e as plataformas de relacionamento, falar de sexo e expressar a sexualidade ainda é um tabu na cabeça do brasileiro?

Depende MUITO de cada pessoa em si, algumas pessoas veem apenas o que querem ver, indiferente do que é mostrado a sua frente, muita gente acredita que a indústria pornô aquela… dos documentários que abusam das mulheres é a mesma que a produção independente de conteúdo, o que não é, nesse meio se tem total liberdade, então… sim para muita gente ainda é um tabu.

Kadall Master

Trabalhar e lidar com as pessoas não é tarefa fácil em nenhuma profissão. Você geralmente tem jogo de cintura para lidar com gente “desagradável”? Qual o tipo de atitude que você toma quando uma pessoa está começando a se tornar inconveniente?

Ah, eu sou simples, se a pessoa está se tornando chata eu deleto e bloqueio, é pocas, não fico dando ideia, muitos haters só querem atenção, tu dar corda pra eles é só pior, quando a pessoa quer debater e aprender sobre, evoluir, obviamente eu vou debater, quando só quer bater a cabeça e ser crítico negativo, melhor ignorar e contornar. Sorria e acene já dizia o sábio pinguim de Madagascar haha.

Ligado a pergunta anterior, o contato e a exposição pessoal podem se tornar estafante? Como que você lida com o estresse e a ansiedade? Faz algum tipo de terapia ou alguma outra atividade para relaxar?

Pra mim não, vejo que pra algumas pessoas sim, depende muito de como se leva a vida. Eu treino, exercitar o corpo é uma das melhores saídas para qualquer problema, sempre tive ansiedade, desde que me conheço por gente, então aprendi desde novo que exercício físico, meditação e rotina são ótimos para se manter bem.

Sempre indico para toda modelo nova 3 coisas sagradas pra produtores de conteúdo, tem q começar e separar grana pra isso:

  1. Atividade física, seja musculação, alguma arte marcial, natação… vai da escolha
  2. Terapia!! Psicólogo, psiquiatra ou o que precisar.
  3. Quiropraxia e massagem, trabalhamos com o corpo, ter tudo alinhado é MUITO importante.

Você enfrenta ou já enfrentou dilemas na sua vida? Se já enfrentou ou enfrenta, como é que você lida com isso?

Sim, o tempo todo, sempre boto em uma balança e pondero sobre o que vale mais a pena agora e daqui 5 anos, a melhor escolha sempre vence, mas as vezes dá vontade de tirar cara ou coroa pra decidir.

Qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são atenciosos?

A maioria é um amor comigo, tem sempre os sem noção, mas o que eu interajo são super queridos, normalmente eles vêm elogiar meu trabalho e falar como gostam das modelos, as vezes dica sobre sexo, contar que já broxaram e o que fazer etc. Sempre que tenho tempo ajudo.

Existem pessoas que te inspiram para você fazer o seu trabalho?

Muitas, na maior parte as modelos com quem quero gravar e já gravo, que muitas vezes quando eu tô desanimado elas vêm e me jogam uma dose de ânimo gigante.

Você consegue ter um momento que é só seu? O que gosta de fazer nas horas vagas?

Claro, eu jogo, bastante, amo jogar, sempre gostei e vou fazer isso pro resto da vida, inclusive vou voltar a fazer lives jogando.

Uma música que transpira tesão em sua vida?

Puts, é difícil essa escolha, sempre depende da vibe do momento, não vou ter como responder essa.

Para as pessoas que desejam iniciar na produção de conteúdo adulto, há alguma dica que você gostaria de compartilhar com eles(as)?

Pense bem, nenhum dinheiro paga tua sanidade, tem que estar bem consigo mesmo, preparado pra nunca mais ter uma profissão com público sem muitas pessoas saberem o que tu faz. Tem muitos pontos positivos e eu amo esse trabalho, mas não é nada fácil.

Chegou a hora! Abra seu coração e deixe um recado para nossos leitores e seus fãs.

Ah! Eu espero como quase todas as coisas que eu faça na vida que vocês gostem do meu conteúdo, das coisas que eu faço, que tem uma parte que é por dinheiro, mas assim que eu me tornar milionário, vou seguir produzindo conteúdo sempre que puder por prazer, eu gosto bastante da parte pornográfica, consumam com juízo e responsabilidade, lembrem que a diferença entre o veneno e o remédio é a dose.

Conheça alguns de seus trabalhos

Gostou do post? Conte nos comentários o que você deseja ver no Suspiro e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais: 

Deixe seu comentário

Posts relacionados