Subscribe Now
Trending News
Sexworkers

Gabyzinha: “Me tornei uma mulher mais segura e confiante”

  • Nome: Gabyzinha Sexy
  • Idade: 26 anos
  • Cidade: Araras/SP
  • Instagram: @gabyzinhavip_
Gabyzinha

Gabyzinha enxergou em si a transparência de seu interior com tamanho otimismo e comoções. Aberta as inovações, cada ação sua é capaz de aglomerar sensações repletas cintilantes prazeres. 

Carismática e decidida compartilhou as surpresas de ser sexworker e como produzir conteúdo definiu seu ser. 

Gabyzinha

Gabyzinha
Gabyzinha
Gabyzinha

Para começar a nossa conversa, conte-me como surgiu a ideia de trabalhar com conteúdo adulto e quais foram os caminhos que te levaram até onde está?

Tudo começou muito rápido, eu nem sabia da existência desse mundo, até que, pesquisando por conteúdos picantes na internet pra apimentar minha relação com o namorado, ele me apresentou uns sites conhecidos de transmissão online, então fiquei me perguntando se eu teria coragem e se isso dava um retorno bom kkkk.

Me interessei tanto pelo assunto que comecei a pesquisar mais profundamente, até que criei minha primeira conta e fiz minha primeira transmissão, no mesmo dia fiz minha primeira vídeo chamada particular ganhando em 10 minutos o que eu lutava 8h do meu dia pra ganhar, meus olhos brilharam ao ter essa experiência, a partir disso nunca mais parei e só evolui cada dia mais, tornando isso mais profissional.

Há quanto tempo você trabalha com conteúdo adulto?

Há 3 anos.

Gabyzinha
Gabyzinha

O que mudou na sua vida desde que assumiu esse trabalho?

Conquistei minha independência financeira e me conheci mais profundamente, sexualmente, me tornando uma mulher mais segura e confiante.

Sobre criação e publicação de conteúdos nas plataformas. Como é o seu processo criativo para bolar os seus conteúdos? Você se inspira em alguém, pesquisa algum tema ou recebe sugestões dos seus seguidores?

Dou prioridade ao meu prazer e no que estou com vontade naquele momento e o resto é consequência kkkk. Procuro sempre inovar e realizo alguns pedidos, uso isso como forma de experimentar e sentir novas sensações. Mas só produzo o que me deixa confortável e me proporcione prazer.

Gabyzinha
Gabyzinha
Gabyzinha

Trabalhar com conteúdo adulto mexe com você? Que tipo de sensação esse trabalho provoca na sua essência como pessoa?

Com certeza, me sinto livre pra ser eu mesma, a liberdade de me expressar e mostrar meu lado safada nesse mundo onde ainda existe muito tabu.

Na sua concepção, o que é ser sensual? Como que você lida com a sua sensualidade?

É ter o poder de despertar desejo nas pessoas só de olharem. Adoro me expressar com o corpo e exibir o que acho mais bonito em mim, pra ser desejada e dar prazer aos que admiram.

Gabyzinha
Gabyzinha

Qual é a razão dos seus suspiros?

A gratificação das conquistas até agora, de chegar aonde cheguei por conta própria, sendo independente. E claro, saber que estou dando prazer e fazendo a vida de alguém mais feliz.

O que te deixa mais ligada, erotismo ou pornografia e por quê?

Um complementa o outro, por isso os meus conteúdos sempre envolve os dois, o erotismo que envolve a sensualidade, as preliminares e pornografia envolvendo o ato sexual, a ação.

Gabyzinha

Dentro da produção de conteúdo adulto, você procura se mostrar de uma maneira mais artística, ou segue uma forma mais espontânea, deixando fluir naturalmente?

Sempre mostro de maneira mais espontânea, não faço nada forçado que não me dê prazer, pois acredito transmitir a sensação verdadeira nos meus conteúdos.

Ser exibicionista pode ser considerado uma forma de expressão artística?

Sim, pois é uma forma de expressar emoções e estimular sensações aos que exibem e aos que admiram.

Gabyzinha

Família, amizades e relacionamentos amorosos, como que é a relação deles com o seu trabalho?

Me apoiam em tudo que faço, me ajudam, lida com o assunto de uma forma leve e sem preconceitos.

O que as pessoas irão ver, acessando os seus conteúdos?

Minha vida real íntima, que toda menina quando está sozinha faz ou no mínimo deveria fazer kkkk. De forma natural, verdadeira e prazerosa.

Já sofreu algum tipo de preconceito por conta de trabalhar com conteúdo adulto? Você acha que nos dias de hoje as pessoas já entendem melhor e aceitam o(a) profissional que segue esta profissão?

Não sei se foi considerado preconceito, mas quando fui descoberta, foi como se isso fosse fora do normal, de expor seu momento íntimo para o mundo, como se elas não fizessem isso entre 4 paredes, e pior, como se elas não consumissem pornografia as escondidas. Mas o que mais acontece é que muitos não veem isso como profissão e alguns não respeitam que virtualmente não quer dizer que faz presencialmente.

Você acredita que em pleno século XXI, com a expansão da comunicação, redes sociais e as plataformas de relacionamento, falar de sexo e expressar a sexualidade ainda é um tabu na cabeça do brasileiro?

Aos que estão por dentro das informações na internet, está sendo considerado um assunto comum, mas aos que são ignorantes e não procuram evoluir, ainda existe muita vergonha de falar sobre o assunto.

Trabalhar e lidar com as pessoas não é tarefa fácil em nenhuma profissão. Você geralmente tem jogo de cintura para lidar com gente “desagradável”? Qual o tipo de atitude que você toma quando uma pessoa está começando a se tornar inconveniente?

Aprendi com o tempo a ter paciência, não ficar discutindo, pois tempo é dinheiro e evito o estresse sem necessidade. Pra bloquear alguém chato é 2 segundos, sem dó kkkk.

Ligado a pergunta anterior, o contato e a exposição pessoal podem se tornar estafante? Como que você lida com o estresse e a ansiedade? Faz algum tipo de terapia ou alguma outra atividade para relaxar?

Tem dias que o psicológico cansa, não sou a educada e safada todo tempo como meus seguidores desejam 24h kkkk E é normal ter momentos assim, então pra evitar qualquer mal entendimento, aprendi a me dar um tempo, prefiro me ausentar, ir assistir alguma coisa, dormir, cozinhar, caminhar, qualquer coisa pra não prejudicar meu profissionalismo por questões momentâneas.

Você enfrenta ou já enfrentou dilemas na sua vida? Se já enfrentou ou enfrenta, como é que você lida com isso?

Até um tempo atrás ainda havia dúvidas se seguiria isso como profissão pra vida toda e se estaria valendo apena, a exposição perante o tabu da sociedade. Hoje não tenho dúvidas, foi o que me fez conquistar tudo o que tenho hoje e só tende a evoluir cada dia mais.

Qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são atenciosos?

Todos que me procuram pra conversar nos perfis pagos, dou total atenção e carinho e consequentemente recebo isso de volta, sempre me mandam feedback sinceros, sendo eles positivos ou não, pois prezo pela sinceridade para sempre evoluir meus conteúdos profissionalmente.

O que você não tolera presenciar trabalhando nesse meio?

O desrespeito com qualquer tipo de situação, a exigência de querer que eu seja algo que eu não sou ou fazer algo que não me sinta bem.

Existem pessoas que te inspiram para você fazer o seu trabalho?

Sim, com certeza, ainda mais hoje que conheço várias e várias meninas na mesma sintonia, compartilhando sobre as mesmas dificuldades e conquistas.

Você consegue ter um momento que é só seu? O que gosta de fazer nas horas vagas?

Todo final de semana eu me desligo um pouco da internet pra passar um tempo com amigos e família ou ficar atoa em casa de preguiça o dia todo. Nada melhor para recuperar as energias, se organizar e voltar com força e foco toda segunda.

Uma música que transpira tesão em sua vida?

Doja Cat – Streets.

Para as pessoas que desejam iniciar na produção de conteúdo adulto, há alguma dica que você gostaria de compartilhar com eles(as)?

Primeiro de tudo, AME o que faz, pra isso se tornar constante e fazer parte da sua vida naturalmente. Comece do jeito que tiver, sem nada programado mesmo, e aos poucos as coisas vão se ajeitando. Não se prenda em começar já sendo totalmente profissional, não se cobre demais, são com os erros que se aprende melhor.

Chegou a hora! Abra seu coração e deixe um recado para nossos leitores e seus fãs.

Agradeço de todo coração o apoio de vocês, em cada curtida, comentário, aos assinantes dos meus sites e aqueles que já assinaram alguma vez, todos vocês que me acompanham de alguma forma, sem vocês eu não seria a Gabyzinha Sexy ❤️.

Todo o carinho e admiração de vocês só me fortalece para melhorar cada dia mais!

Deixe seu comentário

Posts relacionados