Subscribe Now
Trending News
Sexworkers

Elizza: “Hoje em dia me sinto mais livre”

  • Nome: Elizabeth Almeida (Elizza) 
  • Idade: 26 anos 
  • Cidade: Brasília-DF
  • Instagram: @eliz4_a
Elizza

Elizza é um esplendor, uma naturalidade que permeia sob essência fluída e pronta para detonar com emoções poderosas e gostosas. Sem receios, ela adora provocar mirabolantes sensações que brincam e recheiam nosso ser com memoráveis e calientes significados.

Batemos um papo adorável sobre seu passos como sexworker e suas próximas necessidades para desbravar as oportunidade desse universo. 

Elizza

Elizza
Elizza

Para começar a nossa conversa, conte-me como surgiu a ideia de trabalhar com conteúdo adulto e quais foram os caminhos que te levaram até onde está?

 A ideia de trabalhar com conteúdo adulto surgiu naturalmente, sempre gostei de fotos sensuais, femininas e masculinas. Antes de ser um trabalho sempre mandei “nudes” para ficantes e namorados, e sempre recebia a sugestão de trabalhar com isso, pela qualidade das fotos que eu mesma fazia, sempre soube seduzir com o olhar e fazer poses sensuais e ousadas.

Há quanto tempo você trabalha com conteúdo adulto?

Eu trabalho com venda de conteúdo a pouco mais de 4 meses. Bem recente, mas tenho tido um bom retorno.

Elizza
Elizza

O que mudou na sua vida desde que assumiu esse trabalho?

Muitas coisas mudaram na minha vida quando eu decidi trabalhar com isso, julgamentos, principalmente a curiosidade das pessoas. Muitos querem saber como é, como funciona, os lucros. E algumas coisas mudaram também dentro de mim, me senti mais livre, a sensualidade aflorada, o poder feminino que eu não imaginava que poderia sentir.

Sobre criação e publicação de conteúdos nas plataformas. Como é o seu processo criativo para bolar os seus conteúdos? Você se inspira em alguém, pesquisa algum tema ou recebe sugestões dos seus seguidores?

O processo de criar conteúdo, eu gosto de me inspirar em outras meninas, mas prezo pela minha essência também, não faço uma cópia de conteúdos, uso elementos, mas preservo o meu jeito naquilo que faço.

Gosto de usar elementos do dia a dia, atividade que eu faço, apenas acrescento a sensualidade e a brincadeira em uma atividade normal. Observo bastante outras meninas que têm bastante tempo nessa carreira e procuro o diferencial delas, para que eu consiga buscar o meu.

Elizza

Trabalhar com conteúdo adulto mexe com você? Que tipo de sensação esse trabalho provoca na sua essência como pessoa?

Acredito que esse trabalho de criadora de conteúdo adulto, foi o apenas a monetização do que eu já fazia, porém sem exposição total, hoje em dia me sinto mais livre pra ser quem eu sou, pra falar, pra me expressar através dessa arte, porque o meu trabalho é a arte de entretenimento adulto, não é uma superprodução, são mulheres reais, com vidas normais, que são tão sensuais, quanto qualquer uma.

Na sua concepção, o que é ser sensual? Como que você lida com a sua sensualidade?

Ser sensual é muito mais do que um corpo perfeito, de acordo com o padrão social, ser sensual vem de dentro, dos gestos, o olhar, a expressão, a leveza de cada atitude espontânea. 

Elizza
Elizza

Qual é a razão dos seus suspiros?

Eu suspiro quando vejo mulheres se sentindo lindas e conquistando tudo o que desejam através da sua arte.

O que te deixa mais ligada, erotismo ou pornografia e por quê?

Eu não me sinto ligada à pornografia, me sinto ligada a expressão dos corpos, ao desejo, a realização dos fetiches e as sensações que o outro trás.

Elizza

Dentro da produção de conteúdo adulto, você procura se mostrar de uma maneira mais artística, ou segue uma forma mais espontânea, deixando fluir naturalmente?

Eu entendo que criar conteúdo adulto, mescla entre a arte e sensualidade e desejo explícitos, gosto de caminhar entre os dois, entendo que as coisas vão fluindo, sempre fui ligada à sexualidade, sempre foi algo presente em mim, adoro falar de sexo e fazer também, lógico e a aprovação do público consumidor me encoraja também, as pessoas vão elogiando, isso te empolga a fazer mais, melhorar mais, trazer novidades.

Ser exibicionista pode ser considerado uma forma de expressão artística?

Exibicionismo é sem dúvidas uma expressão artística sim. Mais do que isso, o ser humano é uma expressão de arte.

Elizza
Elizza

Família, amizades e relacionamentos amorosos, como que é a relação deles com o seu trabalho?

Existem muitas opiniões diferentes sobre o meu trabalho, mas as que me interessam não me julgam ou me condenam, simplesmente me aceitam e apoiam sempre. 

O que as pessoas irão ver, acessando os seus conteúdos?

Ao acessar as minhas plataformas as pessoas encontram fotos sensuais, nuas, explícitas, vídeos com brinquedos sexuais, atividades do dia a dia, executadas de forma descontraídas e com muita sensualidade e principalmente espontaneamente, aquilo ali é real, eu sou assim no me dia, na vida, não é um personagem, é a essência de uma mulher livre, sem tabu ou preconceitos.

Elizza
Elizza

Já sofreu algum tipo de preconceito por conta de trabalhar com conteúdo adulto? Você acha que nos dias de hoje as pessoas já entendem melhor e aceitam o(a) profissional que segue esta profissão?

Sofri preconceito no meio família, comentários pejorativos, por pura ignorância. Vejo que os mais jovens aceitam de uma forma melhor, esse trabalho de venda de conteúdo, lidam com isso de maneira mais natural.

Você acredita que em pleno século XXI, com a expansão da comunicação, redes sociais e as plataformas de relacionamento, falar de sexo e expressar a sexualidade ainda é um tabu na cabeça do brasileiro?

Percebo que com o mundo digital, as coisas vêm sendo desmistificadas, a informação chega muito rápida e de fácil acesso, a juventude tem tido bastante informação. Muitos retrocessos acontecem, mas acredito que ainda sim, o sexo vem deixando de ser um tema demonizado sim.

Elizza

Trabalhar e lidar com as pessoas não é tarefa fácil em nenhuma profissão. Você geralmente tem jogo de cintura para lidar com gente “desagradável”? Qual o tipo de atitude que você toma quando uma pessoa está começando a se tornar inconveniente?

O trabalho com público tem esse ônus, você precisa saber lidar com tudo isso, de uma forma leve, mas apenas a experiência e o dia a dia vão te ajudar com isso. Não sei se é pelo pouco tempo que tenho, mas foram poucas situações desagradáveis que aconteceram e eu consegui lidar bem, tenho uma postura educada, mas seria também, talvez seja isso, gosto de ser simpática, mas sempre deixo aquele limite.

Ligado a pergunta anterior, o contato e a exposição pessoal podem se tornar estafante? Como que você lida com o estresse e a ansiedade? Faz algum tipo de terapia ou alguma outra atividade para relaxar?

O estresse e ansiedade são inevitáveis em todos os aspectos da vida, eu acredito que é muito importante, ajuda profissional, cuidar da saúde.

Eu costumo tirar um dia da semana para descansar, me desconectar de tudo e me divertir e manter a terapia em dia. Durante a semana tiro 1 horinha do dia para ir pra academia, que também me ajuda bastante na questão do estresse e faz bem pra saúde.

Elizza

Você enfrenta ou já enfrentou dilemas na sua vida? Se já enfrentou ou enfrenta, como é que você lida com isso?

O único dilema é a vida amorosa HAHAHAHA que eu sempre fui péssima, mesmo antes de criar conteúdo.

Qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são atenciosos?

Eu tenho uma relação muito legal com meus assinantes, converso com eles, ouço sugestões (e eu adoro) gosto de interagir com eles, para eu eles sintam quem eu sou de verdade e não me vejam apenas como um corpo, eu acho importante essa interação.

O que você não tolera presenciar trabalhando nesse meio?

Algo que eu não gosto de ver, são moças sendo xingadas, humilhadas, contas fakes e pessoas vendendo conteúdo que não lhes pertence, isso me deixa bem chateada.

Existem pessoas que te inspiram para você fazer o seu trabalho?

Existem sim, duas moças que eu conheci na internet e sempre vi como minhas inspirações, é Jessica Constantino (SuicideGirls) e a Victoria Matosa.

Você consegue ter um momento que é só seu? O que gosta de fazer nas horas vagas?

Eu me esforço para ter um momento só meu, geralmente consigo sim, sair com meus amigos, curtir com a família, malhar ou até mesmo assistir séries e filmes. 

Uma música que transpira tesão em sua vida?

I Put a Spell on YouCanção de Annie Lennox

Para as pessoas que desejam iniciar na produção de conteúdo adulto, há alguma dica que você gostaria de compartilhar com eles(as)?

O conselho que dou as pessoas que tem vontade de produzir conteúdo é simples, se você gostar do que faz, vá em frente e dê o seu melhor, tudo de si e faça bom bastante tesão que eu tenho certeza de que vai ser um sucesso e não tenha medo do julgamento, você é dona ou dono de si, apenas de liberte e viva. 

Chegou a hora! Abra seu coração e deixe um recado para nossos leitores e seus fãs.

Foi um prazer, quase sexual HAHAHAHAH contar sobre mim aqui, abrir o meu coraçãozinho sem vergonha, para vocês, espero que tenham gostado e que se sintam inspirados em serem vocês mesmo e aproveitar a vida da melhor forma, fazer o que tem vontade sem medo e sem dá importância as críticas.

E quem tiver curiosidade em conhecer o meu trabalho, acessa minhas redes sociais e me chama que eu tô pronta pra conversar com vocês. 😘

Gostou do post? Conte nos comentários o que você deseja ver no Suspiro e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais: 

Deixe seu comentário

Posts relacionados