Subscribe Now
Trending News
Sexworkers

Bruna: “É parte do que eu sou”

Bruna

Bruna é um rosto que apenas de observar se descobre suas atitudes e vontades. Uma alma que não liga para diretrizes ou padrões, mas que transborda maravilhas com sensações que adoram provocar o mais profundo e gostoso desejo sob uma forma artística e arrebatadora.

Batemos um papo sensacional sobre seus passos como sexworker e a necessidade de transparecer seu verdadeiro eu.

Bruna

Bruna

Para começar a nossa conversa, conte-me como surgiu a ideia de trabalhar com conteúdo adulto e quais foram os caminhos que te levaram até onde está?

Basicamente, posto fotos nuas no Twitter desde 2015. Por esporte, como gosto de dizer, então com a crise e a pandemia passei a comercializar. Gosto do meu corpo e de me exibir, só ficar dançando na frente do espelho não estava alimentando meu ego rs.

Há quanto tempo você trabalha com conteúdo adulto?

Aproximadamente dois anos.

Bruna

O que mudou na sua vida desde que assumiu esse trabalho?

Voltei a ser uma pessoa mais disciplinada e aprendi a ter mais paciência.

Sobre criação e publicação de conteúdos nas plataformas. Como é o seu processo criativo para bolar os seus conteúdos? Você se inspira em alguém, pesquisa algum tema ou recebe sugestões dos seus seguidores?

Gosto de ver tudo que outras pessoas têm produzido e coisas fora do comum, não tenho exatamente um processo, sigo a inspiração porque quero que meus conteúdos sejam autênticos e naturais, verdadeiros. Me inspiro em outras modelos, em filmes. Peço sugestão dos assinantes sobre o que eles querem ver.

Bruna
Bruna

Trabalhar com conteúdo adulto mexe com você? Que tipo de sensação esse trabalho provoca na sua essência como pessoa?

Não mexe, porque não vejo como um trabalho, é uma característica da minha personalidade. É parte do que eu sou.

Na sua concepção, o que é ser sensual? Como que você lida com a sua sensualidade?

Ficar confortável no seu próprio corpo e saber usar isso para atrair ou manipular as pessoas rs.

Bruna

Qual é a razão dos seus suspiros?

Tô procurando um ou uma razão.

O que te deixa mais ligada, erotismo ou pornografia e por quê?

Os dois. Não sei explicar, deve ser porque eu sou fácil de ficar excitada. Tanto assistir quando uma foto, cheiro, toque sexual ou uma conversa com duplo sentido, todas essas coisas me deixam ligada.

Bruna
Bruna

Dentro da produção de conteúdo adulto, você procura se mostrar de uma maneira mais artística, ou segue uma forma mais espontânea, deixando fluir naturalmente?

Um pouco dos dois, gosto de misturar esses elementos com outras referencias como filmes ou músicas.

Ser exibicionista pode ser considerado uma forma de expressão artística?

Sim. Apesar das facetas do exibicionismo, como por exemplo atores que fazem uma peça nu, mas na sua vida particular não são exibicionistas ou pessoas que adoram exibir-se publicamente, mas não fariam um ensaio ou posariam para uma pintura, eu vejo o exibicionismo como uma forma de arte.

Bruna

Família, amizades e relacionamentos amorosos, como que é a relação deles com o seu trabalho?

Nunca fui o tipo de pessoa que permite que os outros deem palpite na minha vida. Então se alguém não gosta do que eu faço, nunca veio me falar isso diretamente rs.

Minha mãe é tranquila, meus amigos íntimos sempre aceitaram meu jeito meio louco. E não prático relacionamentos, logo ninguém fica muito tempo na minha vida pra conseguir emitir uma opinião sobre o assunto, mas muitos caras que eu fico adoram e as vezes participam.

O que as pessoas irão ver, acessando os seus conteúdos?

Me ver sendo feliz completamente pelada e sexy, sentindo e provocando prazer.

Bruna

Já sofreu algum tipo de preconceito por conta de trabalhar com conteúdo adulto? Você acha que nos dias de hoje as pessoas já entendem melhor e aceitam o(a) profissional que segue esta profissão?

Já li comentários maldosos, mas ignorei. Ainda existem pessoas preconceituosas que acham que quem trabalha com conteúdo adulto é uma mulher fácil ou está procurando alguma coisa.

Você acredita que em pleno século XXI, com a expansão da comunicação, redes sociais e as plataformas de relacionamento, falar de sexo e expressar a sexualidade ainda é um tabu na cabeça do brasileiro?

Demais, tanto homens quanto mulheres ainda estão assustadas com essa expansão, estão cheios de preconceitos. Porém serviu pra mudar a mentalidade de muitas pessoas também e tenho esperança que vai melhorar.

Bruna

Trabalhar e lidar com as pessoas não é tarefa fácil em nenhuma profissão. Você geralmente tem jogo de cintura para lidar com gente “desagradável”? Qual o tipo de atitude que você toma quando uma pessoa está começando a se tornar inconveniente?

Simplesmente ignoro, uso o filtro de mensagens do Instagram, é bem difícil situações desagradáveis, quando algo passa pelo filtro apenas restrinjo a pessoa e vida que segue.

Ligado a pergunta anterior, o contato e a exposição pessoal podem se tornar estafante? Como que você lida com o estresse e a ansiedade? Faz algum tipo de terapia ou alguma outra atividade para relaxar?

Fumo maconha, faço meditação e longas caminhadas.

Você enfrenta ou já enfrentou dilemas na sua vida? Se já enfrentou ou enfrenta, como é que você lida com isso?

Sempre enfrento o dilema de escolher um nicho e focar num tipo de trabalho só, mas não consigo, quero abraçar o mundo. Mas com qualquer problema sempre tento ver todos os ângulos e seguir a minha intuição antes de fazer qualquer coisa.

Qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são atenciosos?

Sempre tento dar o máximo de atenção tanto para quem não é assinante de algum dos meus sites quanto para quem assina. O pessoal interage mais comigo por redes sociais do que nas plataformas, mas são todos maravilhosos. Há pessoas que me acompanham a anos e sabem mais de mim do que eu mesma, adoro esse carinho.

O que você não tolera presenciar trabalhando nesse meio?

Desrespeito e pessoas que tentam tirar vantagem do nosso trabalho.

Existem pessoas que te inspiram para você fazer o seu trabalho?

Sim, outras modelos como Nanah, Bibi, Abigail, Mila e ícones como Marilyn, Grace, Betty, Dita.

Você consegue ter um momento que é só seu? O que gosta de fazer nas horas vagas?

Necessito do meu momento, pelo menos uma hora por dia para todo o resto funcionar. Gosto de caminhar ou assistir série.

Uma música que transpira tesão em sua vida?

The Hills, a letra é o hino da minha vida e a batida me deixa com fogo no rabo hahah.

Para as pessoas que desejam iniciar na produção de conteúdo adulto, há alguma dica que você gostaria de compartilhar com eles(as)?

Pense e pesquise muito bem antes de tomar essa decisão, não entre para agencias fajutas e não confie em qualquer um.

Chegou a hora! Abra seu coração e deixe um recado para nossos leitores e seus fãs.

Se você leu tudo até aqui, muito obrigada de coração! Espero que tenham gostado e me conhecido um pouco melhor.

Gostou do post? Conte nos comentários o que você deseja ver no Suspiro e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais: 

Deixe seu comentário

Posts relacionados