Subscribe Now
Trending News
Sexworkers

Bella Mantovani: “Me redescobri trabalhando nessa área”

  • Nome: Bella Mantovani
  • Idade: 30 anos
  • Cidade: São José dos Campos
  • Instagram: @mantovaniofc
     
Bella Mantovani

Bella Mantovani é uma brasa de ardente,  um fogo livre e se molda conforme aquece os imensuráveis momentos, não há barreiras que há seguram, pois ela vive pronta para surpreender e viver o natural que brinda o seu ser.

Batemos um papo fantástico sobre como começou a ser sexworker e as  mudanças que incorporou em seu interior para aceitar seu poder.

Bella Mantovani

Bella Mantovani
Bella Mantovani

Para começar a nossa conversa, conte-me como surgiu a ideia de trabalhar com conteúdo adulto e quais foram os caminhos que te levaram até onde está?

Antes de começar a pandemia, eu e meu marido tínhamos uma empresa de tortas. Nela ajudávamos adolescentes que estavam perdidos nas drogas e que não possuíam oportunidades no mercado de trabalho.

Nós treinávamos, meu marido é treinador de vendas e coach de relacionamento. Eu fazia as tortas e colocava eles para vender. Essa empresa começou com meu irmão que tinha 17 anos e não conseguia emprego devido a ser reservista.

Certo dia meus pais me ligaram, disseram que meu irmão estava no tráfico de drogas e não conseguiam mais aguentar suas atitudes e minha mãe desenvolveu depressão devido à toda situação.

Conversei com meu irmão e passou a morar comigo, comecei a fazer tortas e salgados para ele vender na rua, os primeiros dias deram certo até seus antigos amigos reparem que estava mudado.

Meu marido aproveitou a oportunidade e pediu para trazer seus amigos e treiná-los. Aqui na minha cidade éramos um dos pioneiros na venda de tortas. Quando a pandemia começou, conseguimos encaixar os adolescentes para trabalhar em empresas de amigos.

Entretanto, eu e meu marido ficamos desempregados, como morávamos em apartamento e na época muitos idosos não podiam sair de casa eu fazia marmitas para vender a eles. Mesmo assim a conta não fechava e não conseguia sustentar meus três filhos, o pior era vê-los com fome.

Em um determinado momento conheci uma amiga que apresentou ao meio adulto, eu e meu marido éramos swingers. Conversei com meu marido e ele disse: “Amor, já fazemos fotos de graça, quer coisa melhor se pago por isso”. Justamente assim que decidimos entrar no meio.

Há quanto tempo você trabalha com conteúdo adulto?

Trabalho com venda de conteúdo há três anos, exatamente quando a pandemia começou.

Bella Mantovani
Bella Mantovani

O que mudou na sua vida desde que assumiu esse trabalho?

Ah (suspiros). O financeiro e minha autoestima mudaram completamente.

Sobre criação e publicação de conteúdos nas plataformas. Como é o seu processo criativo para bolar os seus conteúdos? Você se inspira em alguém, pesquisa algum tema ou recebe sugestões dos seus seguidores?

Hahaha, em três anos eu posso dizer: haja criatividade, hein! Mas todas às vezes minha elaboração de conteúdo foi entre mim e meu marido, quando tinha dúvida ou estava sem inspiração pedia sugestões no meu grupo privado, eu absolvia e criava da minha forma as propostas.

Bella Mantovani
Bella Mantovani

Trabalhar com conteúdo adulto mexe com você? Que tipo de sensação esse trabalho provoca na sua essência como pessoa?

Mexe muito viu, me redescobri trabalhando com a venda de conteúdo, não é apenas dinheiro, é apego. Você enxergar que as outras pessoas independentemente de estarem lhe pagando são humanos, precisam de atenção e um carinho especial, precisam ser ouvidos, algo que não possuem em casa.

A maioria das vezes as mulheres apenas julgam, da mesma forma que ela precisa ser ouvida, tem seus sentimentos ou suas vontades, o homem também possui, porém, a forma de se expressar é diferente, eles recuam muitas vezes na forma de expressar seus sentimentos para sua parceira que está ali do seu lado.

Porque elas não entendem, elas acham que o homem é um lixo e não presta, só que não entendem que cada um deles possuem sua essência, e que precisam de atenção. Para mim mudou porque me sinto responsável por cada um deles, não é apenas o dinheiro que entra, pelo contrário, eu me sinto humana e percebo o carinho e a dor que possuem nos sentimentos.

Meu trabalho não é ser uma puta, não é tirar dinheiro, meu trabalho é muito mais que isso, é ajudá-los. Tem cliente meu que possui depressão, eles compreendem meu trabalho. São capazes de chegar até mim e ressaltar: “Bella, estou muito mal, me manda seu Pix!” e eu mando porque tempo para mim também é dinheiro, tem dias que não podem oferecer nada, mas querem conversar e eu sou livre para trocar ideia.

Na sua concepção, o que é ser sensual? Como que você lida com a sua sensualidade?

Difícil eu responder essa pergunta, porque não me sentia uma pessoa sensual há três anos, não sabia que tinha esse lado sensual, descobri isso com meu trabalho na venda de conteúdo.

Não consigo te falar minha concepção, porque eu apenas sou sensual, e eu sei disso porque recebo feedback, mas não consigo saber exatamente. Acredito que é apenas ser natural, ser você mesmo.

Bella Mantovani

Qual é a razão dos seus suspiros?

As razões dos meus suspiros é quando deito a cabeça no meu travesseio e meu esposo está ao meu lado, que é um cara parceiro. Que meus filhos têm comida, roupa e sapatos para vestir. Saber que meu dia eu consegui cumprir com êxito.

O que te deixa mais ligada, erotismo ou pornografia e por quê?

Os dois, a pornografia e o erotismo andam ligados. Acho que o erotismo é o lado sensual para conquistar as pessoas, enquanto a pornografia é a finalização, o que você faz para prender.

Bella Mantovani
Bella Mantovani

Dentro da produção de conteúdo adulto, você procura se mostrar de uma maneira mais artística, ou segue uma forma mais espontânea, deixando fluir naturalmente?

Eu procuro ser mais espontânea e deixo fluir, tem dias que não estou com pique para fazer conteúdo, aqueles dias que estamos com TPM e cansada, a criatividade não surge. Olho para meu marido e falo que não desejo fazer nada, ele me diz para ter calma e deixar fluir, vou e faço uma foto em diversas posições e tudo desenvolve de maneira natural.

Ser exibicionista pode ser considerado uma forma de expressão artística?

Não, o exibicionismo enxergo como fetiche, vale que independente de ser exibição ou expressão artística que devemos respeitar o espaço das pessoas, prestar muita atenção e cuidado para saber onde estamos fazendo isso.

Bella Mantovani
Bella Mantovani

Família, amizades e relacionamentos amorosos, como que é a relação deles com o seu trabalho?

Me sinto muito grata pelo marido a favor e a minha família também, sou uma pessoa bem resolvida desde sempre, costumo deixar as coisas bem clara com todos. As pessoas que considero são meus pais, marido, cunhada, irmão e sogros, pessoas que estão comigo na doença e pobreza, pois sabe que sou uma pessoa bem resolvida e opinião, logo aceitam e não me julgam, reconhecem minha caminhada até onde estou.

O que as pessoas irão ver, acessando os seus conteúdos?

Eles vão ver muitos fetiches diferentes, porque eu amo realizar fetiches.

Já sofreu algum tipo de preconceito por conta de trabalhar com conteúdo adulto? Você acha que nos dias de hoje as pessoas já entendem melhor e aceitam o(a) profissional que segue esta profissão?

Sim, sofri preconceito de algumas esposas de clientes, por conta do trabalho e de ver eles recebem fotos ou vídeos, ciúmes por conta de conversas. Esse é apenas meu trabalho, vamos dizer que 30% aceitam e outro 80% são famílias tradicionais e isso dificilmente entra na mente, porque tudo é putaria ou pornografia.

Você acredita que em pleno século XXI, com a expansão da comunicação, redes sociais e as plataformas de relacionamento, falar de sexo e expressar a sexualidade ainda é um tabu na cabeça do brasileiro?

Acredito. Vamos que colocar que 70% por conta de religião, não gosto de falar porque não tenho religião, mas já fui uma pessoa religiosa e eu sei o quanto oprime as mulheres com as dúvidas, elas retraem e não atrás para aprender mais sobre o sexo, corpo humano e questões que o homem deseja.

No fim, acaba acontecendo que esses homens são meus clientes, pois eu faço o que elas não fazem, tenho muito para falar sobre isso. Aliás, tiro muitas dúvidas no meu Instagram sobre relacionamento, sexo e dúvidas, algo para bater contra os tabus da sociedade.

Bella Mantovani

Trabalhar e lidar com as pessoas não é tarefa fácil em nenhuma profissão. Você geralmente tem jogo de cintura para lidar com gente “desagradável”? Qual o tipo de atitude que você toma quando uma pessoa está começando a se tornar inconveniente?

 Tem modelos e modelos, tem algumas que xingam ou bloqueio, eu costumo dar chances, mas quando a pessoa se torna inconveniente mostro que é meu trabalho e precisa entender, se quiser continuar conversando faço a proposta de web namoro e converso abertamente, caso contrário só me mande mensagem quando for comprar.

Ligado a pergunta anterior, o contato e a exposição pessoal podem se tornar estafante? Como que você lida com o estresse e a ansiedade? Faz algum tipo de terapia ou alguma outra atividade para relaxar?

Apesar de ser uma pessoa extremamente estressa e meus vips não sabem, consigo me curar com um banho gelado, uma respiração profunda e com algumas palavras de meu marido.

Referente a exposição eu não me importo muito, pois quem está na chuva é para se molhar, quando decidi fazer esse trabalho sabia que seria exposta ao extremo, mas para mim é natural.

Bella Mantovani

Você enfrenta ou já enfrentou dilemas na sua vida? Se já enfrentou ou enfrenta, como é que você lida com isso?

O maior dilema que tive em um momento da minha vida foi não se sentir amada, que tudo fosse uma farsa, não tinha autoestima e não me cuidava, um dos piores momentos e dentro do meu relacionamento.

Mesmo quando conseguir enxergar fora do relacionamento foi como se tivesse saído de uma caixa e olhado para dentro, consegui perceber que a única coisa que faltava e pessoa que mudaria era eu, entender que não precisava de ninguém para amar e precisava me conhecer, dentro deste momento tive uma crise no relacionamento que precisa andar sozinha para compreender quem eu era e o que queria.

Foi assim que acordei e entendi que apenas eu me amar e não precisava de ninguém, as coisas fluíram naturalmente quando entendi a percepção do todo.

Qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são atenciosos?

A minha ligação com eles é muito boa, não trato como clientes, mas como amigos.

Bella Mantovani

O que você não tolera presenciar trabalhando nesse meio?

Pedófilos, e tem muitos viu, reconheço pelo papo.

Existem pessoas que te inspiram para você fazer o seu trabalho?

Minha família.

Você consegue ter um momento que é só seu? O que gosta de fazer nas horas vagas?

Amo ficar sozinha, ficar com meus pensamentos. Falo que não vou ter depressão, pois minha mente me cura de tudo. Eu amo viajar nas horas vagas, é primordialmente viajar pelo duas vezes no mês, sou aventureira e topo tudo.

Uma música que transpira tesão em sua vida?

Earned It, The Weeknd e Sex With Me, Rihanna.

Para as pessoas que desejam iniciar na produção de conteúdo adulto, há alguma dica que você gostaria de compartilhar com eles(as)?

O maior medo das meninas que começam hoje é a opinião das pessoas sobre ela, e eu digo não tem ninguém que está na sua pele para saber o que está passando ou porque está tomando a decisão de entrar para esse meio, então seja você sempre e não se importe com a opinião de quem não tem nada a acrescentar na sua vida.

Chegou a hora! Abra seu coração e deixe um recado para nossos leitores e seus fãs.

Tenha sempre em mente novos sonhos e novos projetos, não se arrependa por aquilo que deixou para trás e não fez, porque tudo na vida existe o tempo certo para que possamos realizar o que está em nossos corações, só você saberá como e quando vai ser a hora certa, se apegue e concentre-se nos próximos passos a serem conquistados.

Gostou do post? Conte nos comentários o que você deseja ver no Suspiro e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais: 

Deixe seu comentário

Posts relacionados