Subscribe Now
Trending News
Sexworkers

Baballoo: “Me sinto poderosa, sexy e muito atraente”

Baballoo

Baballoo é imensidão, uma áurea que transmite  liberdade e aceitação de forma genuína e provocante. Não existem barreiras para sua pessoa quando a autoestima é o combustível que move suas sensações mais profundas e deslumbrantes.

Batemos um papo fantástico sobre a descoberta dos caminhos como sexworker e o brilhantismo de produzir naturalidade. 

Baballoo

Baballoo

Para começar a nossa conversa, conte-me como surgiu a ideia de trabalhar com conteúdo adulto e quais foram os caminhos que te levaram até onde está?

A ideia surgiu após fazer um ensaio para elevar minha autoestima e ver que as pessoas perguntavam bastante se eu estava vendendo conteúdo, foi onde eu comecei a produzir e vender de fato, além do fato de sempre admirar e acompanhar trabalhos das Suicide Girls, que é um sonho pessoal em andamento.

Há quanto tempo você trabalha com conteúdo adulto?

Eu trabalho com conteúdo adulto há aproximadamente 4 anos.

Baballoo
Baballoo

O que mudou na sua vida desde que assumiu esse trabalho?

Mudou em questão de liberdade, o ser e estar, produzo quando estou bem comigo mesma e quando as coisas estão em ordem, e nos demais dias, me preocupo em vender e rentabilizar o que foi produzido.

Em questão de amigos e família, selecionou muito quem realmente torce por mim e afasto de vez os preconceituosos.

Sobre criação e publicação de conteúdos nas plataformas. Como é o seu processo criativo para bolar os seus conteúdos? Você se inspira em alguém, pesquisa algum tema ou recebe sugestões dos seus seguidores?

Inspirações vem aos montes, tem a parte de pesquisa, inclusive a pesquisa do quanto vou gastar e quanto vou receber e tem também a parte dos pedidos exclusivos, até as ideias que mandam pelo direct do Insta.

Baballoo
Baballoo

Trabalhar com conteúdo adulto mexe com você? Que tipo de sensação esse trabalho provoca na sua essência como pessoa?

Mexe bastante, quando eu me preparo pra produzir um conteúdo, eu entro totalmente em um personagem, foco e dou atenção naquilo que faço e bem mais que isso, me sinto poderosa, sexy e muito atraente, faz bem pra minha autoestima.

Na sua concepção, o que é ser sensual? Como que você lida com a sua sensualidade?

O ser sensual para mim, vai do espírito, do olhar, gestos, roupa e por fim linguagem corporal, eu lido bem com a minha sensualidade porque é o momento em que tenho total liberdade de explorar meu eu e meu corpo, por consequência até onde consigo ir e sempre me surpreendo.

Baballoo
Baballoo

Dentro da produção de conteúdo adulto, você procura se mostrar de uma maneira mais artística, ou segue uma forma mais espontânea, deixando fluir naturalmente?

Deixo fluir, porque não gosto de fazer nada forçado e quando faço, fica bem óbvio que eu não estava no clima.

Ser exibicionista pode ser considerado uma forma de expressão artística?

Acredito que sim, pois cada corpo tem sua expressão, cada pessoa tem um modo de ser, ver e sentir, arte e sentimento.

Baballoo

Família, amizades e relacionamentos amorosos, como que é a relação deles com o seu trabalho?

A grande maioria não opina, curte, deixa comentário, alguns se afastaram, os que importam para mim, dão total apoio, que são meus pais e meu marido, os amigos que não são preconceituosos também levo no coração e com o restante eu não me importo.

Ninguém é obrigado a gostar de nada, mas respeito é bom e eu gosto, se não pode respeitar, prefiro de fato, que se afastem.

O que as pessoas irão ver, acessando os seus conteúdos?

Tem bastante explícito, tem cosplay com pitada de safadeza, tem interação e até humor kkkkk.

Já sofreu algum tipo de preconceito por conta de trabalhar com conteúdo adulto? Você acha que nos dias de hoje as pessoas já entendem melhor e aceitam o(a) profissional que segue esta profissão?

Já sofri sim e ainda sofro, porque o corpo, o sexo e tudo que envolve isso, ainda é tabu para muita gente e infelizmente são as pessoas que não procuram entender, aí acabam julgando e criando uma atmosfera negativa, mas isso está mudando.

Você acredita que em pleno século XXI, com a expansão da comunicação, redes sociais e as plataformas de relacionamento, falar de sexo e expressar a sexualidade ainda é um tabu na cabeça do brasileiro?

Sim, como eu disse antes, falar disso abertamente ou usar desse meio para ganhar a vida pra alguns, ainda é resumida a prostituição, vulgar ou simplesmente falta do que fazer.

Baballoo

Trabalhar e lidar com as pessoas não é tarefa fácil em nenhuma profissão. Você geralmente tem jogo de cintura para lidar com gente “desagradável”? Qual o tipo de atitude que você toma quando uma pessoa está começando a se tornar inconveniente?

Tenho bastante jogo de cintura, quando alguém começa a se tornar inconveniente eu aviso, ou desconverso e se isso não resolver eu ignoro e caso haja insistência eu bloqueio.

Ligado a pergunta anterior, o contato e a exposição pessoal podem se tornar estafante? Como que você lida com o estresse e a ansiedade? Faz algum tipo de terapia ou alguma outra atividade para relaxar?

Quando eu vejo que estou muito ansiosa ou que isso está zerando minha energia, eu pauso tudo, vou brincar com meus filhos, assisto um filme com o meu marido e reestabeleço meu eu.

Você enfrenta ou já enfrentou dilemas na sua vida? Se já enfrentou ou enfrenta, como é que você lida com isso?

Não digo que são dilemas porque nunca gerou conflito do eu pessoal com o eu profissional, mas já enfrentei obstáculos por conta de saúde, felizmente, já os superei também ^^.

Qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são atenciosos?

Meus seguidores são meus amores, eu interajo bastante com eles, além da venda, sempre peço feedback, sempre nos falamos, ouço as opiniões e sugestões.

O que você não tolera presenciar trabalhando nesse meio?

Não tolero o ultrapasse de limite, seja ele de modelo, fotógrafos, clientes, sendo comigo ou não, eu acho que respeito é o mínimo esperado em qualquer lugar e situação, se eu vejo acontecendo eu não deixo.

Existem pessoas que te inspiram para você fazer o seu trabalho?

Sim, existem muitas mulheres que me inspiraram e inspiram ainda, algumas que me ajudam e as que apoiam como a Dawud, Babu que é minha recrutadora do Suicide Girls e fotografa, maquiadoras, tem várias rsrs.

Você consegue ter um momento que é só seu? O que gosta de fazer nas horas vagas?

Consigo, nas horas vagas eu gosto de brincar com meus filhos, gosto de ser filha, assistir série com a minha mãe, passear com meu marido, ouvir música, ler ou jogar vídeo game, tomar um bom banho, me cuidar e por aí vai.

Uma música que transpira tesão em sua vida?

Caraca kkkk essa é difícil viu, mas acho que Cowboys from Hell do Pantera.

Para as pessoas que desejam iniciar na produção de conteúdo adulto, há alguma dica que você gostaria de compartilhar com eles(as)?

Se inspire, pesquise e nunca copie, e sem dúvidas não se compare, a mágica acontece quando você se encontra no meio, daí por diante as coisas surgem e quando você percebe tá criando algo seu.

Chegou a hora! Abra seu coração e deixe um recado para nossos leitores e seus fãs.

Eu agradeço demais a oportunidade de contar um pouco de mim, expor minha opinião e saber que vocês vão saber das coisas que nunca perguntam, é muito massa ter um espaço assim e compartilhar com vocês, espero que gostem e possam me acompanhar nas redes sociais, podem chamar e conhecer mais o trabalho, espero vocês lá, beijão.

Gostou do post? Conte nos comentários o que você deseja ver no Suspiro e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais: 

Deixe seu comentário

Posts relacionados