Subscribe Now
Trending News
Sexworkers

Annie Rangel: “Me sinto uma grande gostosa”

Annie Rangel

Annie Rangel emana um poder quando exalta sua essência, algo que ultrapassa os limites do subconsciente de forma extravagante. Produzir conteúdos não se trata apenas de impactar os outros de formas gostosas, mas de representar naturalmente o empoderamento. 

Batemos um papo singelo e marcante sobre os curiosos pontos de sua vida como sexworker

Annie Rangel

Annie Rangel
Annie Rangel 

Para começar a nossa conversa, conte-me como surgiu a ideia de trabalhar com conteúdo adulto e quais foram os caminhos que te levaram até onde está?

No momento inicial, foi primeiro como uma fonte de renda extra aliada à possibilidade de popularizar e vender as fotos que eu já gostava de fazer.

Há quanto tempo você trabalha com conteúdo adulto?

Aproximadamente 10 meses.

Annie Rangel
Annie Rangel 

O que mudou na sua vida desde que assumiu esse trabalho?

Tive um maior reconhecimento por parte do público, aumento de engajamento nas redes sociais.

Sobre criação e publicação de conteúdos nas plataformas. Como é o seu processo criativo para bolar os seus conteúdos? Você se inspira em alguém, pesquisa algum tema ou recebe sugestões dos seus seguidores?

Para mim a maior fonte de inspiração são modelos que eu sigo pelo Instagram, amigas e principalmente a modelo Riae (minha principal inspiração). Meu conteúdo é muito voltado para o meio do BDSM; onde alcanço meu maior público. 

Annie Rangel
Annie Rangel 

Trabalhar com conteúdo adulto mexe com você? Que tipo de sensação esse trabalho provoca na sua essência como pessoa?

Para mim é uma sensação de poder e de me empoderar. O típico “me sinto uma grande gostosa quando estou produzindo”.

Na sua concepção, o que é ser sensual? Como que você lida com a sua sensualidade?

Tem dias e dias. Tem dias que me sinto super sexy e sensual desde que acordo e tem dias que a autoestima não está lá aquelas coisas.

Ser sensual é muito além do físico, e sim da sua condição mental e espiritual também!

Annie Rangel 

Qual é a razão dos seus suspiros?

No momento atual eu sinto muito atração por diversas mulheres famosas. Como por exemplo a cantora Luísa Sonza ou até mesmo a diva Pitty.

O que te deixa mais ligada, erotismo ou pornografia e por quê?

Para mim seria o erotismo em si, não costumo consumir muito pornô, mas curto demais contos eróticos.

Annie Rangel
Annie Rangel 

Dentro da produção de conteúdo adulto, você procura se mostrar de uma maneira mais artística, ou segue uma forma mais espontânea, deixando fluir naturalmente?

Eu deixo fluir de acordo com os sentimentos e as emoções do momento. Tem ensaios que me sinto feliz e realizada e outros que só me sinto gostosa haha.

Ser exibicionista pode ser considerado uma forma de expressão artística?

Com toda certeza! Somos acima de tudo, arte! E o exibicionismo é um tipo de manifestação e expressão artística muito mais profunda e atualmente vem ganhando muito mais visibilidade. 

Família, amizades e relacionamentos amorosos, como que é a relação deles com o seu trabalho?

Meus amigos super me apoiam, algumas vezes até me ajudam produzindo conteúdo comigo. Eu amo demais esse apoio, e acho essencial no meu trabalho.

Atualmente trabalho somente com o site e recebo apoio também de outras modelos por lá ♡

Minha família ainda não recebeu essa notícia haha.

O que as pessoas irão ver, acessando os seus conteúdos?

Como eu citei anteriormente, meu conteúdo é focado para o cenário do fetichismo e do BDSM. Então lá terá muitos ensaios e fotos com acessórios, como algemas, mordaças, chicotes e chibatas e até mesmo o uso dos plugs.

Annie Rangel

Já sofreu algum tipo de preconceito por conta de trabalhar com conteúdo adulto? Você acha que nos dias de hoje as pessoas já entendem melhor e aceitam o(a) profissional que segue esta profissão?

Já sim. Ouvi muita gente falando ser um serviço “fácil” ou até mesmo comparando a serviços como “programas”. Eu não realizo esse tipo de trabalho, porém respeito demais quem faz.

Mas já tive que lidar com comentários negativos sobre. Hoje em dia o mercado de trabalho de conteúdo adulto, eu acredito, que tenha aumentado absurdamente e criado caminhos muito maiores, além disso as plataformas digitais auxiliam muito também. O Tiktok por exemplo é um meio exemplar de divulgação para perfis.

Você acredita que em pleno século XXI, com a expansão da comunicação, redes sociais e as plataformas de relacionamento, falar de sexo e expressar a sexualidade ainda é um tabu na cabeça do brasileiro?

Eu acredito que em grande maioria é sim.

Por mais que nossa geração atual venha quebrando diversos tabus diariamente sobre esse assunto ainda existe muita gente que não consegue ou não quer falar abertamente sobre. Por inúmeros motivos ainda temos sim esse retrocesso em relação ao sexo e sexualidade.

Trabalhar e lidar com as pessoas não é tarefa fácil em nenhuma profissão. Você geralmente tem jogo de cintura para lidar com gente “desagradável”? Qual o tipo de atitude que você toma quando uma pessoa está começando a se tornar inconveniente?

Sim! Eu digo que temos duas opções neste caso: A primeira é apenas visualizar o comentário desagradável e lidar com isso da melhor forma possível, sem rebater a crítica.  Ou a segunda opção que seria simplesmente excluir e bloquear esse tipo de pessoa. Eu geralmente fico com a segunda opção. 

Ligado a pergunta anterior, o contato e a exposição pessoal podem se tornar estafante? Como que você lida com o estresse e a ansiedade? Faz algum tipo de terapia ou alguma outra atividade para relaxar?

Tem dias que isso me afeta mais do que outros, gerando ansiedade. Atualmente conto com um ótimo psicólogo que me auxilia semanalmente. Considero essencial a terapia.

Você enfrenta ou já enfrentou dilemas na sua vida? Se já enfrentou ou enfrenta, como é que você lida com isso?

Com certeza. Atualmente eu tento lidar da melhor forma possível, tentando ver uma boa maneira de resolver. E com certeza com a ajuda da terapia isso ajuda mil vezes.

Qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são atenciosos?

Eu amo demais meus seguidores! Eles estão sempre me apoiando. Recebo muitos elogios e palavras de atenção. Sempre perguntando se estou bem.

O que você não tolera presenciar trabalhando nesse meio?

Jamais iria tolerar falta de respeito com o próximo. Principalmente entre uma modelo e outra. O respeito precisa existir acima de tudo. 

Existem pessoas que te inspiram para você fazer o seu trabalho?

Sim! Modelos com o visual alternativo são as que mais me inspiram. 

Você consegue ter um momento que é só seu? O que gosta de fazer nas horas vagas?

Consigo sim! Costumo ouvir músicas, ver séries que gosto muito. Curto muito também a área da beleza como pintar o cabelo e maquiagem. 

Uma música que transpira tesão em sua vida?

Sexy Drug do Falling In Reverse.

Para as pessoas que desejam iniciar na produção de conteúdo adulto, há alguma dica que você gostaria de compartilhar com eles(as)?

A minha principal dica seria: se você tem vontade de iniciar se jogue! É um mundo incrível, vá sem medo e sem tabu!

Chegou a hora! Abra seu coração e deixe um recado para nossos leitores e seus fãs.

Agradeço imensamente por todo o apoio que venho recebendo esse tempo todo. Se não fosse por vocês eu não estaria aqui hoje. Acredite nos seus sonhos!

Deixe seu comentário

Posts relacionados