Subscribe Now
Trending News
Modelos

Nuh Oliveira: “Você assume pra si o poder que tem”

  • Nome: Nuh Oliveira
  • Idade: 38
  • Cidade: São José dos Campos
  • Twitter: @eibruxama
  • Instagram: @eibruxama
Nuh Oliveira

Nuh Oliveira é reencontro da emoção pela liberdade, uma sensação que pulsa de forma gritante e esplendida. Conhecida como uma bruxinha, suas magias evocam o prestígio do amor-próprio.

Cheia de sorrisos e com muito carisma compartilhou a razão por que o caminho de modelo redefiniu seu coração. 

Nuh Oliveira

Nuh Oliveira

Para começar a nossa conversa, conte-me como surgiu a ideia de ser modelo e quais foram os caminhos que te levaram até onde está?

Eu sempre achei maravilhoso o empoderamenro das meninas alternativas, a beleza é orgulho de ser quem é, mas sempre fui meio tímida pra isso, depois que comecei a fazer stream de games me soltei um pouco e me rendi ao desafio que tem sido absolutamente libertador.

O que mudou na sua vida desde que assumiu esse trabalho?

Tudo, a gente passa a se enxergar de uma forma muito diferente, você assume pra si o poder que tem e consegue enxergar coisas belas em você que antes não conseguia, é maravilhoso se libertar de dogmas que foram postos pra você a vida toda e assumir toda sua plenitude sem medo de se mostrar como é.

Nuh Oliveira
Nuh Oliveira

Sobre criação e publicação de fotos nas redes sociais. Como é o seu processo criativo para bolar os seus conteúdos? Você se inspira em alguém, pesquisa algum tema ou recebe sugestões dos seus seguidores?

Geralmente, é um processo interno muito pessoal, penso em todas as minhas referências e do que me representa sempre, idealizo os looks, as makes, as poses e no ensaio tento ser o mais fiel possível a minha essência.

Ser modelo e compartilhar sua forma natural mexe com você? Que tipo de sensação o trabalho provoca na sua essência como pessoa?

Me provoca uma sensação de plena liberdade, me sinto realmente poderosa nas fotos o que afeta de forma superpositiva a autoestima e a forma como eu me vejo mesmo naqueles dias em que a gente não se sente tão bem, me faz cada dia mais entrar em contato com quem eu sou, me aceitar e reconhecer a minha beleza.

Nuh Oliveira

Na sua concepção, o que é ser sensual? Como que você lida com a sua sensualidade?

Eu nunca fui o tipo sensual, de fazer carão e tudo mais como algumas pessoas já são bem naturalmente. Mas acho que a sensualidade tá muito mais voltada pra forma que a gente se vê, é muito mais um estado de espírito, de aprender a se amar como é e com isso a gente passa a se achar sensual mesmo de camisetas e descabelada, acho que é muito mais uma questão de reconhecer a nossa essência.

Qual é a razão dos seus suspiros?

Olha, hoje eu digo que é a própria vida, autoconhecimento e se sentir bem e livre em ser quem é. Já passei por períodos de depressão bem tensos e com isso a gente resinifica muita coisa em nossa vida.

Nuh Oliveira
Nuh Oliveira

Dentro dos seus ensaios você procura se mostrar de uma maneira mais artística, ou segue uma forma mais espontânea, deixando fluir naturalmente?

Acho que as duas coisas, eu tenho uma alma extremamente artística e amo toda forma de arte e claro tento trazer isso para os ensaios, mas a espontaneidade também é fundamental, se não estiver me sentindo a vontade na frente da câmera o ensaio irá transparecer isso, então acho que é um equilíbrio entre as duas coisas.

Seus ensaios podem ser considerados uma forma de expressão artística?

Totalmente, eu tenho realizado imensamente a minha arte através deles, ela sempre tem que ser livre dos parâmetros societários, então o ensaio é uma forma maravilhosa de arte seja um ensaio sensual, um ensaio mais comportado, tudo é arte. Eu me realizo artisticamente quando me fotografo.

Nuh Oliveira
Nuh Oliveira

Família, amizades e relacionamentos amorosos, como que é a relação deles com o seu trabalho?

Essas questões sempre são meio complicadas, por ser de uma família religiosa é claro que as cobranças e julgamentos acabam vindo de uma forma ou outra, mas geralmente eu tenho apoio, pois todos que são realmente próximos a mim veem como eu me realizo nesse trabalho e como isso me faz bem, os demais a gente deixa a opinião deles pra cada um.

Já sofreu algum tipo de preconceito por conta de suas fotos?

Preconceito propriamente dito não, mas desrespeito sim, principalmente por parte de homens que não entendem que esse trabalho não quer dizer que eu estou a venda ou disponível pra ser uma objetificação.

Esse trabalho me empondera, me faz me conhecer melhor, me traz auto estima, claro que sendo algumas fotos mais sensuais vai atrair mais atenção e olhares masculinos, mas já passou da hora dos homens que ainda agem assim repensarem seus conceitos, as modelos estão ali para uma realização pessoal, fazendo seu trabalho e isso não dá direito algum a serem desrespeitadas ou stalkeadas por pessoas que ainda acham que mulher emponderada é mulher que está disponível pra cantadas e contatos indesejados.

Nuh Oliveira
Nuh Oliveira

Você acredita que em pleno século XXI, com a expansão da comunicação, redes sociais e as plataformas de relacionamento, expor a sensualidade e as formas naturais do corpo ainda é um tabu na cabeça do brasileiro?

Bastante. Muitos homens acham que a menina que expõe mais o seu corpo, a sua beleza, a sua autoestima estão disponíveis pra que eles mandem cantadas e propostas indesejadas, não conseguem associar isso a um trabalho, acho que ainda falta muito para que nos mulheres sejamos respeitadas da forma que desejarmos nos expressar e que isso não seja determinante para nos coloquem nesse ou naquele rótulo, mas acho que essas pessoas que pensam assim ainda agem por pura preguiça ou pelo machismo impregnado mesmo na sociedade porque formas de se informar hoje em dia é o que não falta, né.

Trabalhar e lidar com as pessoas não é tarefa fácil em nenhuma profissão. Você geralmente tem jogo de cintura para lidar com gente “desagradável”? Qual o tipo de atitude que você toma quando uma pessoa está começando a se tornar inconveniente?

Eu sempre tento ser gentil com as pessoas respeitosas e com alguns comentários pouco inconvenientes também, mas quando vejo que passa do ponto que a pessoa começa a ter atitudes que me desrespeitam eu bloqueio, não vou ficar perdendo meu tempo tentando dar aula de boas maneiras pra marmanjo, não tenho muita paciência com isso rs.

Nuh Oliveira

Ligado a pergunta anterior, o contato e a exposição pessoal podem se tornar estafante? Como que você lida com o estresse e a ansiedade? Faz algum tipo de terapia ou alguma outra atividade para relaxar?

Lidar com pessoas vez ou outra é desgastante neh, eu faço sim terapia que é uma coisa maravilhosa e recomendo a todo e qualquer ser humano e faço meditações diárias que são meu momento de paz.

Você enfrenta ou já enfrentou dilemas na sua vida? Se já enfrentou ou enfrenta, como é que você lida com isso?

Muitos, eu sou uma pessoa extremamente emocional, aprendendo cada dia um pouquinho a ser mais racional, já fui muito enganada por confiar nas pessoas e quando isso acontece me destrói.

Mas quando a gente passa a se conhecer melhor aprendemos a ser mais casca grossa nesse sentido como uma proteção mesmo, mas é sempre fundamental pra mim não perder a minha essência, senão a gente se tranca numa casca de decepções e não sai de lá nunca mais.

Qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são atenciosos?

Eles são os melhores do mundo, amo cada um deles sempre foram muito respeitosos e apoiadores do meu trabalho tanto como alt model que é mais recente como no meu canal no YouTube. Eles são tudo pra mim, mais do que seguidores são amigos mesmo.

O que você não tolera presenciar trabalhando nesse meio?

Desrespeito de qualquer forma, tanto comigo quanto com qualquer outra menina, cada uma está ali fazendo o seu trabalho super digno e qualquer forma de desrespeito pra mim é inaceitável.

Nuh Oliveira

Existem pessoas que te inspiram para você fazer o seu trabalho?

Muitas, eu sempre fui muito fã de arte no geral e das mulheres que estiveram à frente de seu tempo, em momentos muito mais difíceis do que os de hoje, então tem muita mulher famosa nas quais eu me inspiro principalmente no meio burlesque que eu absolutamente amo.

Quando conheci o Skull Queen, fiquei absolutamente arrebatada por aquelas mulheres incríveis, cada uma com uma história e experiência de vida que as levaram a serem fortes e emponderadas, donas de si e de sua maneira de se expressar então todas as mulheres que não têm medo de se mostrarem como são e principalmente de se orgulharem disso são inspiração pra minha vida.

Você consegue ter um momento que é só seu? O que gosta de fazer nas horas vagas?

Consigo sim, isso é essencial pra mim, eu sou vidrada em vídeo game, filmes que são meus momentos de diversão e onde recupero minhas energias, mas o meu momento de paz é na meditação, ali é o meu momento de entrega e silêncio mais absoluto dos meus dias.

Uma música que transpira tesão em sua vida?

Nossa, eu tenho muitas músicas que me dão tipos diferentes de tesão, geralmente eu me envolvo mais com a melodia, mas poderia citar aqui Love in the Brain da Rihhana, Tenesse Wiskey do Chris Stapleton, Free Bird do Ly yrd Skynyrd e por aí vai rs.

Para as pessoas que desejam ser modelo, há alguma dica que você gostaria de compartilhar com eles(as)?

Seja autentica sempre, se sinta bem com o que está fazendo e pense sempre que você vai ter que uma hora ou outra que lidar com preconceitos então esteja bem resolvida com o que você quer e tenha certeza que isso te fará bem, se liberte de pensar no que os outros vão pensar e seja você se realizando no que faz bem pra você.

Deixe seu comentário

Posts relacionados