Subscribe Now
Trending News
Modelos

Julia Ceccon: “Me sinto a mulher mais sexy do mundo”

  • Nome: Julia Ceccon
  • Idade:  24 anos
  • Cidade: Porto Alegre – RS
  • Instagram: @xuliaceccon
Julia Ceccon

Julia Ceccon enaltece a doce e solene paixão que representa com suas fotos, um ser destinado as grandes surpresas. Além disso, seu rosto sempre está pronto para declarar seu melhor.

Batemos um papo glorioso sobre  como alguns de seus trabalhos como modelo definiram a classe da sua genuína vida. 

Julia Ceccon

Julia Ceccon
Julia Ceccon
Julia Ceccon

Para começar a nossa conversa, conte-me como surgiu a ideia de ser modelo e quais foram os caminhos que te levaram até onde está?

Sou modelo fotográfica, não é minha profissão, mas quando sou chamada para alguns ensaios, costumo ir, pois adoro ser fotografada e modelar representa maravilhoso em minha vida.

Sobre criação e publicação de fotos nas redes sociais. Como é o seu processo criativo para bolar os seus conteúdos? Você se inspira em alguém, pesquisa algum tema ou recebe sugestões dos seus seguidores?

Não costumo me inspirar em ninguém, mas claro que ao conferir outros perfis recebemos um pouco de influências, sugestões de seguidores nunca recebi. Eu mesmo que crio e faço, algo que vem e flui da minha mente, isso me ajuda a montar ordem e legenda das fotos.

Julia Ceccon
Julia Ceccon

Ser modelo e compartilhar sua forma natural mexe com você? Que tipo de sensação o trabalho provoca na sua essência como pessoa?

Modelar mexe demais comigo, especialmente minha autoestima e o próprio empoderamento, pois me sinto a mulher mais sexy do mundo.

Na sua concepção, o que é ser sensual? Como que você lida com a sua sensualidade?

Ser sensual é muito além do jeito de se vestir, pois muitos se vestem com a intenção de ser sensual, mas acabam por serem vulgares. Acho que a sensualidade vai além disso, pois representa atitude e defini o nosso ser.

Costumo lidar com minha sensualidade da melhor maneira possível, até por que o ser sensual estar ligado ao eu interno. Eu não tento ser sensual, eu sou.

Julia Ceccon
Julia Ceccon

Qual é a razão dos seus suspiros?

A razão dos meus suspiros são meus boletos pagos (risos).

Dentro dos seus ensaios você procura se mostrar de uma maneira mais artística, ou segue uma forma mais espontânea, deixando fluir naturalmente?

Tento criar uma personagem com equilíbrio, algo que seja artístico e flua naturalmente. No ensaio é muito difícil manter as duas coisas, porque uma hora você deixa fluir natural e precisa de concentração para não ficar ruim, outra hora fica muito artístico e o natural precisa fluir. Possuo e mantenho uma personagem que costumo usar nos ensaios e graça a Deus sempre gostei muito dos resultados.

Julia Ceccon
Julia Ceccon
Julia Ceccon

Seus ensaios podem ser considerados uma forma de expressão artística?

Acredito que sim, pois o sensual é artístico, meu conteúdo é arte. Até porque meu fotógrafo Marcelo Goulart é um artista.

Família, amizades e relacionamentos amorosos, como que é a relação deles com o seu trabalho?

Eles são muito de boa, enaltecem e curtem bastante essa arte que é meu trabalho. Nunca recebi nenhum comentário negativo por parte deles.

Já sofreu algum tipo de preconceito por conta de suas fotos?

Sim, teve boatos sobre mim dizendo que estava envolvida com book rosa, o fato não é de falarem isso, o fato é as pessoas que comentaram sobre isso se basearem única e exclusivamente sobre minhas fotos.

Não teve algo sólido em outra coisa, acho conservador o e quadrado a forma dos outros pensarem.

Você acredita que em pleno século XXI, com a expansão da comunicação, redes sociais e as plataformas de relacionamento, expor a sensualidade e as formas naturais do corpo ainda é um tabu na cabeça do brasileiro?

Com toda certeza. Infelizmente, ainda é um tabu a sensualidade, acredito que s Anitta é uma referência disso, como ela é vista como vagabunda por mostrar o corpo e sensualizar.

A arte de sensualizar não é um convite, é apenas arte.

Trabalhar e lidar com as pessoas não é tarefa fácil em nenhuma profissão. Você geralmente tem jogo de cintura para lidar com gente “desagradável”? Qual o tipo de atitude que você toma quando uma pessoa está começando a se tornar inconveniente?

Se for uma situação desagradável virtualmente, apenas ignoro. Eu tenho um dom de tacar o f* em opiniões negativas e tóxicos. Tenho um jogo de cintura para ter boas respostas.

Ligado a pergunta anterior, o contato e a exposição pessoal podem se tornar estafante? Como que você lida com o estresse e a ansiedade? Faz algum tipo de terapia ou alguma outra atividade para relaxar?

Nesse mundo de mídias, nós influencers, estamos propícios a situações desagradáveis e nenhum momento isso pode se tornar estafante. Pois, se você está fazendo isso é porque gosta.

Eu, pelo menos, nunca me senti ansiosa ou estressada com os conteúdos que produzo. Apesar de ter várias coisinhas, como haters e comentários negativos, pessoas que não agregam em nada. Porém, nunca me deixei abalar.  

Você enfrenta ou já enfrentou dilemas na sua vida? Se já enfrentou ou enfrenta, como é que você lida com isso?

Sempre enfrentamos, mas no momento não enfrento nada tão grande e que tira meu sono.

Qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são atenciosos?

Consigo ter uma boa interação com meus seguidores, eles me respondem e os respondo, dou um retorno até para o típico evasivo. Minha relação com eles é top.

Existem pessoas que te inspiram para você fazer o seu trabalho?

Cada artista me inspirou pouquinho, mas meus ícones são Marilyn Monroe, Madonna, Audrey Hepburn e Anitta.

Você consegue ter um momento que é só seu? O que gosta de fazer nas horas vagas?

Amo ter um momento só meu, aliás estou viciada nisso nos últimos tempos. Meu lugar preferido é meu quarto. Eu e eu mesma, isso é uma sensação muito boa. Amo ficar sozinha.

Fico até com medo chegar ao ponto de perder minha vida social.

Uma música que transpira tesão em sua vida?

Deixa Ela –Cynthia Luz, uma música que transpira tesão na arte da minha sensualidade.

Para as pessoas que desejam ser modelo, há alguma dica que você gostaria de compartilhar com eles(as)?

Atuo mais com influencer do que modelo, mas acho que as mulheres que desejam ser modelo precisam desde serem muito elas mesmas, perder as crenças estabelecidas pela sociedade e extravasar. Na hora de modelar se imaginar como a modelo mais empoderada do mundo.

Chegou a hora! Abra seu coração e deixe um recado para nossos leitores e seus fãs.

Espero que vocês tenham curtido e gostado de conhecer um pouco sobre minha agitada vida, a maneira como sinto e a história que faz parte da minha imensurável essência.

Não deixe de me acompanhar nas redes sociais. Vocês vão amar. Um grande beijo.

Gostou do post? Conte nos comentários o que você deseja ver no Suspiro e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais: 

Deixe seu comentário

Posts relacionados