Subscribe Now
Trending News
Modelos

Emi Queiroz: “Aumenta minha autoestima, meu ser e ego”

  • Nome: Emi Queiroz
  • Idade: 26
  • Cidade: São Paulo
  • Instagram: @emi_dqiroz
Emi Queiroz

Emi Queiroz é docemente autêntica, impressiona por um olhar profundo e atitudes irreverentes. Seus trabalhos como modelo ressaltam a eufórica maravilha do seu ser. 

Sincera, batemos um papo sobre seu caminho como modelo e as surpresas de abraçar novas visões.

Emi Queiroz

Emi Queiroz

Para começar a nossa conversa, conte-me como surgiu a ideia de ser modelo e quais foram os caminhos que te levaram até onde está?

Meu corpo começou a desenvolver desde muito cedo, então com 15 anos eu já tinha um corpo de mulher e já chamava muito atenção dos homens, isso fazia meu ego ser elevado de certa forma e quis transbordar toda sensualidade, que me falavam que tinha e que percebia em mim mesma quando me olhava no espelho.

Desde minha adolescência gostei de piercings, tatuagens e ser alternativa já tá no sangue, pois meu pai é tatuador, de início eu via as Suicide Girls e pensava: “quero ser como elas”. Quando completei 18 anos comecei a fazer minhas primeiras tatuagens e mesmo casada sempre fui exibicionista.

O que mudou na sua vida desde que assumiu esse trabalho?

Acho que a quantidade de assédios, e homens que não sabem separar as coisas.

Emi Queiroz
Emi Queiroz

Sobre criação e publicação de fotos nas redes sociais. Como é o seu processo criativo para bolar os seus conteúdos? Você se inspira em alguém, pesquisa algum tema ou recebe sugestões dos seus seguidores?

Tenho meu próprio padrão e eu mesma sou meu próprio tema, minha inspiração vem de mim, e por eu ser e fazer um conteúdo completo e satisfatório aos meus seguidores, eles nunca me sugeriram em relação a fotos, somente quando eu estava no Onlyfans tinha seguidores que queria vídeos personalizados falando o nome deles etc.

Ser modelo e compartilhar sua forma natural mexe com você? Que tipo de sensação o trabalho provoca na sua essência como pessoa?

É algo que já fui julgada? Sim! Já me perguntaram várias vezes se eu fazia programa e de verdade essas perguntas nunca me incomodaram, pois quem faz o que gosta não dá espaço para as críticas, esse trabalho me envolve como pessoa em ver como eu sou um mulherão da porra e aumenta minha autoestima, meu ego e meu ser.

Emi Queiroz

Na sua concepção, o que é ser sensual? Como que você lida com a sua sensualidade?

Ser sensual é ser autêntica, ser sensual não é suas vestimentas, não é seu batom vermelho, não é suas roupas, a sensualidade está na alma, a sensualidade reflete no olhar de quem a tem…por isso muitas mulheres tentam e forçam o sensualismo, mas se não está na alma não adianta…

Qual é a razão dos seus suspiros?

A razão dos meus suspiros é brincar com meu sugador de clitóris hahahahaha.

Dentro dos seus ensaios você procura se mostrar de uma maneira mais artística, ou segue uma forma mais espontânea, deixando fluir naturalmente?

Sempre procuro ser eu mesma.

Seus ensaios podem ser considerados uma forma de expressão artística?

Na minha concepção não, talvez uma liberdade de expressão em fotografia.

Emi Queiroz

Família, amizades e relacionamentos amorosos, como que é a relação deles com o seu trabalho?

Minha mãe desde cedo sempre foi muito mente aberta em temas como sexo e etc, mas pra ela minhas fotos e vendas de conteúdos não foi bem aceito e nem mal aceito, foi meio termo. Ela mais se preocupava com as consequências que poderia me levar com a venda de conteúdos e me expor em plataformas digitais.

Quando eu tinha o Onlyfans sempre tive nudismo, mas hoje em dia eu me reservo um pouco mais em respeito a meu namorado, pois ele se sente inseguro nesse mundo, mas gosta quando posto fotos sensuais etc.

Já sofreu algum tipo de preconceito por conta de suas fotos?

Já sim, até mesmo por pessoas de outros países e outras religiões.

Você acredita que em pleno século XXI, com a expansão da comunicação, redes sociais e as plataformas de relacionamento, expor a sensualidade e as formas naturais do corpo ainda é um tabu na cabeça do brasileiro?

Sim, tenho certeza, até mesmo porque já participei de aplicativos de relacionamentos internacionais e nos viam como “putas”, principalmente mulheres latinas.

Trabalhar e lidar com as pessoas não é tarefa fácil em nenhuma profissão. Você geralmente tem jogo de cintura para lidar com gente “desagradável”? Qual o tipo de atitude que você toma quando uma pessoa está começando a se tornar inconveniente?

Eu geralmente tenho pavio curto para algumas situações antigamente debatia, hoje em dia eu não ligo mais e somente bloqueio…

Emi Queiroz

Ligado a pergunta anterior, o contato e a exposição pessoal podem se tornar estafante? Como que você lida com o estresse e a ansiedade? Faz algum tipo de terapia ou alguma outra atividade para relaxar?

Geralmente, quando coloco uma foto mais polêmica e veja que muitas pessoas olharam meus stories, eu vejo como se fosse uma plateia me assistindo de alguma forma e isso me deixa um pouco ansiosa de alguma forma, mas praticamente não oculto ninguém dos meus stories nem família…não escondo o que sou de ninguém…

Você enfrenta ou já enfrentou dilemas na sua vida? Se já enfrentou ou enfrenta, como é que você lida com isso?

Como disse, minha mãe sempre foi muito mente aberta e eu nunca me importei com a opinião alheia, então acho que não encaro dilemas.

Emi Queiroz

Qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são atenciosos?

Sim, muito até demais, quando eu tinha minha plataforma no Onlyfans eles interagiam muito, pediam vídeos exclusivos, vídeos com alguns fetiches pessoais e sempre comentavam muito e elogiavam. No Instagram também recebo muito no direct, mas já tenho tanta mensagem acumulada que não consigo colocar em ordem…

O que você não tolera presenciar trabalhando nesse meio?

Fetiches por me vestir ou me portar como criança, isso é um grande indício de uma mente em contato com pedófila.

Emi Queiroz

Existem pessoas que te inspiram para você fazer o seu trabalho?

Sim, eu mesma.

Você consegue ter um momento que é só seu? O que gosta de fazer nas horas vagas?

Eu praticamente tenho momento só, meus todos os dias porque moro sozinha hahaha, mas atualmente estou abrindo meu próprio negócio, isso tem me ocupado.

Uma música que transpira tesão em sua vida?

The Neighbourhood- A little death… “Toque-me, sim, eu quero que você me toque lá, me faça sentir como se eu estivesse respirando, sentir como se eu fosse humano…”

Para as pessoas que desejam ser modelo, há alguma dica que você gostaria de compartilhar com eles(as)?

Apenas siga seus sonhos, não se limite por família, por amigos e nem por ninguém, apenas seja você e não deixe ninguém barrar seus sonhos e não deixe que as críticas dominem sua mente, tenha controle e saiba lidar com os desafios diários.

Chegou a hora! Abra seu coração e deixe um recado para nossos leitores e seus fãs.

Obrigada por terem lido até aqui, cada comentário, cada curtida nas minhas fotos eróticas me motivaram pra estar até aqui e me impulsionaram a descobrir quem eu sou de verdade e nunca desacreditar no meu potencial ❤️.

Deixe seu comentário

Posts relacionados