Subscribe Now
Trending News
Atriz porno

Sasha Grey – A musa cult da indústria do sexo!

Quem nunca ouviu falar de Sasha Grey põe o dedo aqui!!!

Inegavelmente Sasha Grey foi uma atriz que, como poucas, deixou a sua marca de forma bem profunda no universo pornô. Começou cedo, com os seus 18 aninhos já estava dando duro na indústria do entretenimento adulto. Como resultado tornou-se uma das maiores revelações da indústria após seu primeiro filme, Fashionistas 2, de John Stagliano (mais conhecido como Buttman). Encarou o “garanhão italiano” Rocco Siffredi e outros muitos caras numa orgia de tirar o fôlego. Quando penso em Sasha Grey o que me vem à mente são os gangbangs.

Marina Ann Hantzis – seu nome de batismo (14 de março de 1988) – nascida na Califórnia em North Highlands. Era de uma família comum e trabalhadora. Sua mãe trabalhava para uma organização pública enquanto o pai desempenhava funções como mecânico.

Sasha Bitch

O casamento dos pais, no entanto, não durou muito. Aos 5 anos de idade, assistiu à separação da família e ficou entregue à mãe, que voltou a se casar algum tempo depois.

Sasha tinha o sonho de se mudar para Los Angeles

Sua infância e adolescência foi conturbada. Passou por mais de quatro escolas na localidade de Highlands High e relembra que em nenhuma dessas instituições de ensino se sentia feliz. Contudo, aos 17 anos, terminou finalmente os estudos e entrou no Sacramento City College para estudar cinema, bem como dança e representação. Ao mesmo tempo com os estudos mantinha um emprego de garçonete, servindo mesas, que lhe ajudou a juntar cerca de 7 mil dólares para concretizar um dos seus sonhos, que era o de mudar-se para Los Angeles.

Sasha Grey - Love

Sasha Grey – adotou seu nome artístico baseado na obra de Oscar Wilde, O Retrato de Dorian Gray (sim, o boa pinta que nunca envelhecia), desse modo adota o sobrenome artístico Grey. Só para ilustrar, na data da publicação deste post está com 33 aninhos e já aposentada da indústria. Atuou em nada menos que 271 filmes entre 2006 e 2011. Premiadíssima, causou na indústria da época, e ficou conhecida por ser uma atriz de performance audaciosa.

Quem olha aquele rostinho lindo, angelical e corpitcho deliciosamente natural, não imagina do que Sasha Grey é capaz de fazer na frente das câmeras. 

Sasha Grey recebeu várias premiações pelo AVN - Adult Movie Awards

Em 2007 e 2008, a sua filmografia aumenta ainda mais e recebe então prêmios da AVN – Adult Movie Awards. Como resultado, em 2011, foi considerada uma das 12 estrelas mais populares do universo da pornografia.

  • AVN Award for Best Group Sex Scene in a Video – 2007
  • Melhor cena de sexo em grupo – 2007
  • Melhor cena de sexo oral – 2008
  • Prêmio AVN de Melhor Performance Feminina do Ano – 2008
  • Melhor cena de sexo anal – 2010
  • Melhor cena de sexo oral – 2010
  • Estrela cruzada do ano – 2010

Dos filmes adutos para o cinema convencional

Cinéfila, estudou cinema e atuação. De maneira idêntica, também é interessada por filosofia e literatura. Por isso Sasha não se restringiu a apenas filmes pornô, estrelando campanhas publicitárias e videoclipes. Fez o papel de uma garota de programa de luxo no filme The Girlfriend Experience (2008), de Steven Soderbergh (de Treze homes e um novo segredo, e Traffic). O filme mostra sob o mesmo ponto de vista o dia-a-dai de uma garota de programa de luxo. Sasha declarou a sua admiração por Soderbergh em entrevista à revista Variety – “Ter a oportunidade de trabalhar com um diretor vencedor do Oscar é uma grande honra. Sou admiradora de Soderbegh há anos”.

Sua filmografia também inclui Open Windows (Nacho Vigalondo) Smash Cut (Lee Demarbre) I Melt With You (Mark Pellington) e Você preferiria (David Guy Levy).

Da mesma forma interpretou ela mesma na série Entourage, da HBO. Podemos dizer que ela virou uma uma “musa cult”? Sim, com certeza!!!

Uma atriz multifacetada

Em contraste com o que a maioria das pessoas pensa, sem deixar o preconceito falar mais alto, Sasha sem sombra de dúvida é uma mulher muito inteligente e de grande potencial artístico. Em 2009, aos 21 anos abandonou os filmes adultos para se dedicar à sua banda de música eletrônica experimental chamada Telecine. Declarou ao jornal “Guardian”, por analogia, que a indústria fonográfica é tão foda quanto a indústria porno. Por fim, afirmou que atualmente a maioria das atrizes americanas pornôs estão no mercado adulto somente para pagar as contas e juntar dinheiro para a faculdade.

Em virtude de seu desempenho feroz, junto com essa mentalidade ousada, atraiu a atenção para si dentro e fora da indústria adulta. Sasha conseguiu o que poucas atrizes fizeram, usou a sua carreira de atriz porno como trampolim para o cinema convencional.

O fato é que Sasha Grey é linda e sexo com ela não tem frescura!!!

Ok, vamos ao que realmente interessa, a foda! Sasha disse que gostou do tempo em que trabalhou na indústria. Só para exemplificar, afirmou que três quartos do seu tempo no set experimentou orgasmos genuínos. Disse que dessa forma estava lutando para que as mulheres se libertassem sexualmente. Ok, frase dela!

Com um grande senso de positividade sexual e autoexploração, ela usou a indústria como uma plataforma para experimentação e arte performática, a fim de que fosse um meio de encorajar os indivíduos a se orgulharem de sua sexualidade. Como resultado, frustrada pelas percepções da sociedade sobre a sexualidade e preferências femininas, ela incorporou um espírito independente e irônico tanto dentro quanto fora da tela.

Juliette Society

Outro ponto, a nossa deliciosa Lollita também é escritora. Seu livro Juliette Society (2013 – Editora Leya) também é inspirado em sua própria experiência no mercado adulto. O livro tem o seu valor. Principalmente, se o leitor quer, de fato, uma literatura erótica. Afinal de contas, nada melhor do que ela pra saber dessas coisas. Chegou a ser comparada a autora de Cinquenta Tons de Cinza – E. L. James, porém elas não tem nada em comum.  Juliette Society é escrito com mais cuidado, e vai direto ao ponto. Sasha não tem receio de nomear os órgãos sexuais, ao contrário da autora de Cinquenta Tons de Cinza.

The Juliette Society já está no seu terceiro livro, publicado em março de 2018 – The Juliette Society III: The Mismade Girl.

Sasha em noite de autógrafo

Apesar do sucesso do lançamento no Brasil (segundo a assessoria de imprensa da editora, foram 800 pessoas na noite de autógrafos e 500 livros comprados, todos do estoque da livraria), Juliette Society não integra nenhuma lista dos mais vendidos das grandes livrarias no Brasil. Porém o livro não fez tanto sucesso, pois não conta uma historinha de amor água com açúcar. Ok, não vou entrar no mérito do livro, pois o foco aqui deste post não é isso.

De qualquer forma, Sasha fez uma afirmação interessante em uma das dezenas de entrevistas que concedeu no Brasil. É um sinal de que, apesar dos pesares, ela procurou fazer um bom romance. Para ela, vários produtos culturais estão morrendo, menos o livro. “É algo que sempre vai estar por aí, e isso me dá esperança.”

Juliette Society

Sasha Grey no Agora é Tarde do Danilo Gentili

Acesse o seu perfil na rede

E com vocês, Sasha Grey

Gostou do post? Conte nos comentários o que você deseja ver no Suspiro e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais: 

Deixe seu comentário

Posts relacionados