Subscribe Now
Trending News
Acompanhantes

Luyne Konanni: “Sensualidade é algo natural e vem da alma”

Luyne Konanni

Luyne Konanni é vaidosa e respira sedução, tem o poder de levar as intensas sensações da vida sob um controle arrebatador e inigualável. Quem adentrar seus encantos nunca mais será o mesmo. 

Batemos um papo caloroso sobre seu olhar como acompanhante e as necessidades para manter a energia interior renovada.

Luyne Konanni

Luyne Konanni

Para começar nossa conversa, conte um pouco sobre você para aqueles que não a conhecem.

Sou Luyne Konanni, acompanhante, fetichista, criadora de conteúdos hot e viajante. Nascida em São Paulo e residente do Estado do Rio de Janeiro.

Já tinha em mente que queria trabalhar como acompanhante ou simplesmente aconteceu?

Aconteceu, porém eu tinha minhas curiosidades, mas me sentia suja por pensar em entrar nesse ramo.

Luyne Konanni
Luyne Konanni

Poderia nos contar como foi o seu primeiro atendimento? Estava nervosa ou tirou de letra?

Bom, para conseguir fechar um atendimento foi difícil, pois eu era apenas uma empregada na boate, tive que assistir ao filme da Bruna Surfistinha por 2 meses direto, todos os dias assistia e chorava muito. No dia que tive coragem foi por uma grana consideravelmente alta na época.

Digamos que me preparei, mas quando cheguei no quarto pedi a ele para ficar só de 4, não queria ter que olhar para ele. Assim que fiquei de 4 ele meteu muito, muito em mim e eu chorei muito pensando em tudo e no final ele me abraçou e pediu desculpas. E eu disse vamos beber e transar novamente hahaha, bebemos e na segunda vez foi um sexo intenso e muito gostoso.

Família e relacionamentos. Você pode falar um pouco sobre isso?

Digamos que relacionamentos me fizeram se tornar a mulher que sou hoje, infelizmente foi assim, mas com o tempo me redescobri e ser chamada de puta ou vadia hoje não me causa dor como meus exs me causaram.

Hoje em dia minha família sabe, mas não me julgam muito pelo contrário. Tentei esconder ao máximo deles, mas quando entrei pro ramo da internet uma infeliz mulher de um ex meu espalhou para minha família e meus filhos menores de idade, fiz B.O e tudo, mas não deu em nada. Na época foi chocante, mas depois tudo ficou mais leve, mais fácil.

Luyne Konanni

O seu trabalho causou grandes mudanças na sua vida com relação a crenças, sentimentos e personalidade?

Sim, totalmente transformada, ainda tenho coisas para soltar, sabe. Mas cabe ao tempo também. Conforme ficamos maduras compreendemos de uma forma mais clara os homens, ainda mais quando se trabalha atendendo todos os tipos de homens possíveis que você possa imaginar.

Porém me sinto mais fria em questões do coração, não me apaixono e quando acontece uma paixão dura apenas 24 hrs ou até a segunda foda kkkkkkk.

Sobre as fantasias. Algum cliente já te pediu para satisfazer alguma fantasia sexual que realmente você gostou muito em realizar? E teve uma que foi a pior e por quê?

A que eu realmente gostei e gozei muito gostoso foi sexo grupal com 6 homens gostosos e só eu sendo consumida por eles. Eu amei também DP, que maravilhoso ser duplamente penetrada. Agora a pior de todas foi scat, porém eu pensei e penso muito no dinheiro então consegui me manter firme, mas é pra poucas de verdade, mexe com o psicológico da gente, e muito.

Luyne Konanni
Luyne Konanni

E você, já teve a oportunidade de realizar todas as suas fantasias? Tem alguma faltando que queira compartilhar conosco?

Sim, eu ainda tenho algumas fantasias para serem realizadas, porém não me apareceu oportunidades ainda. Eu gostaria de ser massageada por 3 caras e que eles brincassem muito com meu corpo, tipo com brinquedos, mas nada muito agressivo, eu não funciono com agressividade e selvagerias.

Acredita que hoje as pessoas estão mais soltas a querer satisfazer suas fantasias ou ainda tem muito tabu sobre esse assunto?

As pessoas estão mais soltas até demais, eu sendo profissional às vezes me sinto com mais tabus que uma pessoa convencional de família que me procura para fazer tais coisas.

Quanto aos orgasmos, é possível atingir orgasmos durante um encontro?

Aí é quando eu me permito, sou solteira então me acabo quando acontece esses encontros cheios de fogo e desejos, eu gozo muitoo mesmo e quando eu estou mais vulnerável ainda bato uma depois que o cliente já me fez gozar.

Sua agenda de trabalho é bem agitada? Existe alguém ou uma equipe que te auxilia a organizar todos os compromissos?

Final de mês eu procuro ficar mais tranquila, mas me viro sozinha quando tá demais eu dou conta, organizo minha agenda do meu jeitinho e sempre dá certo.

Luyne Konanni

Atualmente você faz alguma divulgação, publica conteúdos nas redes sociais, participa de alguma plataforma? Se participa como é a produção de conteúdo, consegue pensar em tudo?

Atualmente pago para um site de acompanhantes um valor alto de 15 em 15 dias, e tenho minha plataforma no Twitter e Instagram para a divulgação de meu trabalho.

Eu mesma crio meus conteúdos, porém prefiro focar mais no ao vivo e chamadas de vídeos, tem dias que piro pensando em criar algum conteúdo, me foge da cabeça e não consigo focar em vendas de packs de fotos e vídeos.

Dessa forma achei melhor criar meu Privacy para ter esses meus conteúdos acessíveis para clientes que desejam esse tipo de serviço.

Sobre sua sensualidade. O que é sensualidade para você e o que te faz suspirar?

Sensualidade é algo natural que vem de dentro da alma, um olhar marcante, uma caminhada lenta com passo firme em um salto elegante, adoro esbanjar sensualidade por onde passo!

Luyne Konanni

Homens e mulheres, há alguma preferência ou ambos te satisfazem? Qual o perfil dos seus clientes? Atende casais também?

O perfil de meus clientes são muitos gringos, homens jovens que estão iniciando, e senhores de idade que gostam muito de massagens e carícias. Atendo somente homens, tive pequenas brincadeiras com algumas colegas de trabalho, mas nada muito íntimo sou heterossexual não me vejo desejando uma mulher.

Os clientes te tratam bem, sendo atenciosos e delicados?

Sim, na maioria dos casos, antigamente eles presenteavam mais, porém continuo tendo sorte com alguns cavalheiros.

Já houve alguma vez que algo aconteceu para você querer desistir e ir embora de um encontro? O que você não tolera neste meio?

Sim, um cliente que já saia muito tempo comigo me chamou para um motel, chegando lá havia outra mulher no quarto e ele não me avisou, fiquei constrangida e fui embora. Outra uma vez na hora de fiquei de 4 ele arranhou minhas costas como um animal selvagem, vi que ele teve algum distúrbio, mostrei que me machucou e que não seria possível mais, até porque ele deixou minhas costas sangrando de tão forte que foi.

Ele me pagou bem e foi embora, ele me chamou um mês depois para fazer um pg com ele e eu já bloqueei na hora.

Existe alguma história no seu trabalho que marcou a sua vida? Poderia falar um pouco?

Sim, quando me mudei para o RJ passei uns sufocos, um cliente de SP começou a vir toda semana no RJ só para me ajudar a comprar as coisas que faltavam para casa e para pagar aluguel. Enfim, ele foi um anjo, faz 8 anos que nos conhecemos e ele continua sempre gentil comigo.

Luyne Konanni

Já foi vítima de preconceito por conta da sua profissão? Como você lida com isso? E o que você acredita que precisa mudar?

Ah, com certeza. Porém não me afeta mais, no início eu ficava bolada, mas hoje em dia isso para mim é normal. Vivo o preconceito constantemente se não é pela profissão é pela cor da pele e por aí vai, mas isso não me abala e me deixa mais forte! Não creio que tem como mudar algo que nunca foi normal para as pessoas que se dizem “normais”.

Você tem algum dilema na sua vida, quanto à sua profissão?

Evoluir com o que você escolheu fazer sempre.

Luyne Konanni

O que gosta de fazer nas horas vagas?

Sair pra dançar, ver a natureza, ir às praias e cachoeiras.

Qual música não pode faltar na sua playlist de sexo?

Eu tenho minha playlist sexy pra cada atendimento, a música me ajuda a ter noção do tempo sem mexer em celular ou ficar olhando relógio, isso deixa o cliente mais confortável e assim temos conexão.

Qual é o caminho para o seu coração? Ou ele é blindado?

Coração blindado no máximo, o caminho é o dinheiro mesmo.

Qual dica você daria para alguém que pretende ser acompanhante?

Não sou boa para conselhos, mas é bom ter mais cuidados, usem camisinha meninas pra tudo, usem camisinha.

Agradecemos muito a sua participação no Suspiro, em poder compartilhar com a gente um pouco da sua vida e seu trabalho. Deixe aqui um recado para nossos leitores e seus fãs, abra o seu coração.

Eu, Luyne Konanni, agradeço a todos pelo carinho e por poder compartilhar com todos vocês meu trabalho e meu carisma. Me sigam nas redes sociais e me ajudem a alavancar mais ainda essas histórias de lutas, conquistas e autoestima. Conto com vocês, um beijo da nega!!!

Gostou do post? Conte nos comentários o que você deseja ver no Suspiro e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais: 

Deixe seu comentário

Posts relacionados