Subscribe Now
Trending News
Acompanhantes

Lolla Poltronieri: “Autoconfiança no meu poder como mulher”

Lolla Poltronieri

Lolla Poltronieri é acompanhante e carrega em sua essência experiências magistrais. Embaixadora da Fatal Model (um dos maiores sites de acompanhantes do Brasil), ela procura produzir conteúdos para ajudar outras profissionais a descobrirem os melhores caminhos.

Batemos um papo gostoso e descontraído sobre sua rotina, conquistas e desafios de ser acompanhante

Lolla Poltronieri

Lolla Poltronieri

Para começar nossa conversa, conte um pouco sobre você para aqueles que não conhecem.

Bem, sou Lolla Poltronieri e trabalho há cinco anos como acompanhante. Iniciei na minha cidade e nunca saí dela.

Já tinha em mente que queria trabalhar como acompanhante ou simplesmente aconteceu?

Aconteceu. Eu estava frustrada com meus relacionamentos (que nunca vingavam) e financeiramente falida.

Lolla Poltronieri

Poderia nos contar como foi o seu primeiro atendimento? Estava nervosa ou tirou de letra?

Foi em uma boate, eu fiquei extremamente nervosa. Comecei a beber pra ver se eu relaxava, mas a adrenalina só aumentava quando percebi que o cliente me fitava demais os olhos, e eu percebi ali que ia rolar. A bebida não fez efeito nenhum e eu fui tremendo para o quarto. Acabou rolando na empolgação e ele percebeu que era minha primeira vez. Nós tornamos amigos, foi ótimo!

Família e relacionamentos. Você pode falar um pouco sobre isso?

Claro! Minha família sabe sobre minha profissão, é supertranquilo, mas relacionamentos eu tentei e não deu certo.

Lolla Poltronieri

O seu trabalho causou grandes mudanças na sua vida com relação a crenças, sentimentos e personalidade?

Com certeza. Hoje eu conheço o homem muito mais a fundo que eu pensava que conhecia. Me sinto muito mais autoconfiante no meu poder como mulher por ter sido instruída a não chamar a atenção dos homens, passar uma imagem de moça direita e ser uma moça recatada.

Cresci em família evangélica, e isso destrói a autoestima e qualquer autoconhecimento que se possa ter sobre “ser mulher”.

Lolla Poltronieri, sobre as fantasias. Algum cliente já te pediu para satisfazer alguma fantasia sexual que realmente você gostou muito em realizar? E teve uma que foi a pior e por quê?

Sim! Um guarda municipal me pediu pra ser algemada e revistada. Claro só aceitei porque o conhecia muito bem! Foi ótimo, adrenalina!!!!

E teve uma que foi a pior e por quê?

Eu não costumo realizar fantasias de pessoas que eu não conheço, e que eu não me sinta confortável. Mas teve um que eu fui paga somente para olhá-lo. A beber sua própria urina do chão bem como seu esperma da ejaculação, ambas do chão.

Eu não o toquei, fui contratada para não fazer nada com ele, somente observar, mas isso me revirou o estômago. Nunca mais o atendi.

E você, já teve a oportunidade de realizar todas as suas fantasias?

As minhas eram mais simples mesmo, como me fantasiar de freira RS coisa bem comum rs

Lolla Poltronieri

Lolla Poltronieri, tem alguma faltando que queira compartilhar conosco?

Poxa, nenhuma…sou uma pessoa bem simples, de gostos simples…

Acredita que hoje as pessoas estão mais soltas a querer satisfazer suas fantasias ou ainda tem muito tabu sobre esse assunto?

Com o aumento do número de acompanhantes, eles se sentem muito mais à vontade para escolher, e extravasar! Conosco é assim, veem para extravasar!

Quanto aos orgasmos, é possível atingir orgasmos durante um encontro?

Com toda certeza!!! Os clientes se preocupam com isso, o fato de a relação estar sendo boa também para você. Eu não tinha dimensão do quanto isso era importante para 99% dos clientes!

Lolla Poltronieri, Sua agenda de trabalho é bem agitada?

Com essa pandemia oscila muito. Há dias em que você não atende ninguém, e no dia seguinte não consegue atender todos que te procuram simplesmente porque não tem mais horário!

Existe alguém ou uma equipe que te auxilia a organizar todos os compromissos?

Sou eu sozinha!

Atualmente você faz alguma divulgação, publica conteúdos nas redes sociais, participa de alguma plataforma?

Sou embaixadora da plataforma de anúncios para acompanhantes Fatal Model, onde de tempos em tempos gravamos sobre diversos assuntos relacionados a profissão, voltados para a educação a fim de auxiliar as profissionais deste mercado, bem como a divulgação de pautas diversas, a fim de falar abertamente sobre a profissão de forma profissional e respeitosa, pois o propósito é falar sobre afim de minimizar cada vez mais o preconceito e eliminar estigmas.

Como é a produção de conteúdo, consegue pensar em tudo?

Produzimos as pautas em que nos são dadas de acordo com cada tema. Colocamos ali nossas vivências e tudo é passado por análise pela equipe de MKT da plataforma, não a fim de “cortar isso ou aquilo”, mas sim para fins de concordância verbal, correções ortográficas e adequação de linguagem para que fique de fácil compreensão para todos que assistem. Tentamos passar o máximo de experiência possível, sem mistérios!

Sobre sua sensualidade. O que é sensualidade para você e o que te faz suspirar?

Sensualidade na minha opinião tem muito mais a ver com atitude e autoconfiança do que “roupa”, por exemplo. Mas isso realmente eu só aprendi depois de ter entrado no mercado adulto. Me faz suspirar o homem inteligente, com senso de humor e cheiroso. Dane-se a barriga tanquinho!rs

Homens e mulheres, há alguma preferência ou ambos te satisfazem? Qual o perfil dos seus clientes? Atende casais também?

O perfil dos meus clientes são 99% comprometidos, com mais de 50 anos. São bem tranquilos e educados.  Sim atendo casais, mas somente homens me satisfazem.

Os clientes te tratam bem, sendo atenciosos e delicados?

Muito! Graças a Deus não tenho do que reclamar! Ganho toda semana flores, chocolates…

Já houve alguma vez que algo aconteceu para você querer desistir e ir embora de um encontro?

Sim, várias vezes. Mas nunca chegou ao ponto de eu dizer “chega, vamos parar por aqui“. Eu simplesmente atendo esse cliente e nunca mais abro a porta para ele. Perrengue é uma vez só.

Lolla Poltronieri

O que você não tolera neste meio?

O motivo top número 1 é a famosa “entrada forçada”, que nada mais é que tentar a todo custo o sexo sem preservativo. Por este mesmo motivo já dispensei vários. Nem sei contar quantos. Isso é dor de cabeça, ficar toreando o tempo todo. Ninguém merece passar por isso, driblo facilmente e não cedo, mas é uma vez só, nunca mais eu o atendo. Outro comportamento intolerável por mim é grosseria e violência. Fora de cogitação.

Existe alguma história no seu trabalho que marcou a sua vida? Poderia falar um pouco?

Eu sempre digo que eu aprendo todos os dias com meus clientes. Eles se sentem muito à vontade para falarem de suas vidas e experiências, quando se tornam clientes fixos. Com eles aprendo lições que levo sim para o resto da vida!

Já foi vítima de preconceito por conta da sua profissão? Como você lida com isso?

Nunca! Eu sei me impor e me faço respeitar por onde ando. Pago minhas contas em dia, tenho postura, uso roupas sociais, decentes e bonitas. Não tenho linguajar chulo tampouco tenho amizades duvidosas. As pessoas me respeitam e meus familiares percebem isso. Isso causa certo espanto nele, pois eles pensavam que iria ser diferente. Mas tudo eu sempre falo: vai da sua conduta e da sua postura.

E o que você acredita que precisa mudar?

A profissionalização da profissão. Senão ela não estaria tão sucateada como está, com meninas próximas a minha região fazendo PG a $50.

Lolla Poltronieri

Você tem algum dilema na sua vida, quanto à sua profissão?

Será que um dia eu vou parar com essa profissão? Eu acho que não rs!

Falando novamente em redes sociais e plataformas, qual é sua ligação com seus seguidores? Eles são legais com você?

São bem tranquilos! Além disso, realizo consultoria para outras meninas que vem através do meu Instagram. Elas sentem confiança em mim pela minha carreira sólida e bem-sucedida.

O que gosta de fazer nas horas vagas?

Estudar sobre outros temas. Amo aprender coisa nova!

Qual música não pode faltar na sua playlist de sexo?

Too feet- You Say

Qual é o caminho para o seu coração? Ou ele é blindado?

Minha vida é tão corrida, sempre envolvida em novos projetos e muito trabalho, isso realmente o torna blindado!

Qual dica você daria para alguém que pretende seguir seu caminho?

Trate seu cliente como você gostaria de ser tratada, e não gaste seu dinheiro rss!

Agradecemos muito a sua participação no Suspiro, em poder compartilhar com a gente um pouco da sua vida e seu trabalho. Deixe aqui um recado para nossos leitores e seus fãs, abra o seu coração.

Eu que agradeço este espaço para podermos falar mais sobre! Sobre seres humanos, vivências e sexo! E obrigada a você leitor que chegou até aqui. E aos meus fãs somente agradecer também, vocês são incríveis! Obrigada Rafael!

Gostou do post? Conte nos comentários o que você deseja ver no Suspiro e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais: 

Deixe seu comentário

Posts relacionados